Dom Gil celebra missa de Santa Edwiges, exemplo amor a Deus e ao próximo

0

Na noite da última quarta-feira (16) a Paróquia Sagrado Coração de Jesus, localizada no bairro Bairu, recebeu centenas de fiéis para celebrar o dia de Santa Edwiges. Ao longo de todo o dia foram celebradas cinco missas ao todo, a última foi presidida pelo arcebispo metropolitano Dom Gil Antônio Moreira e concelebrada pelos padres Renato Alves Rodrigues, Sebastião Alves dos Santos e Nelson Augusto de Oliveira.

Muitos devotos da padroeira dos endividados estiveram presentes para agradecer e pedir bênçãos. Um exemplo é Maria das Dores, da comunidade vizinha São Tarcísio, pertencente à Paróquia Nossa Senhora Aparecida. “Ela é uma santa de grande devoção para mim e para minha família. Quando a gente recorre a intercessão dela, dívida na nossa vida é uma coisa que não acontece, pode até acontecer, mas não se perpetua. Por isso eu sempre venho agradecer e prestigiar a santa Edwiges”, explicou a fiel.

O pároco local, Pe. Renato Alves Rodrigues, participou pela primeira vez desta festividade. Ele contou sua alegria de celebrar esse momento com a participação especial de Dom Gil. Além disso, o padre falou da relevância de se preparar bem esta festa, “a preparação foi muito importante. Porque é uma festa que exige muito. O povo de nossa cidade, de vários bairros, vem para participar todo o dia das celebrações”.

Na homilia Dom Gil lembrou que o dia 16 de outubro é dia que a Igreja celebra três santos: Santa Edwiges, Santa Margarida Maria e São Geraldo Majella e os três mostram aspectos importantes da vida de santidade para a qual todos nós somos chamados.

Resumidamente o pastor contou um pouco da história dos três. “Santa Edwiges era uma rainha poderosa, que abriu mão de toda sua riqueza para viver num mosteiro. Distribuiu tudo que tinha para os pobres, inclusive, pagando dívidas de pessoas que estavam presas porque não tinham como saldá-las. Um grande exemplo de amor e de caridade e de desapego das coisas materiais. Sua vida era uma pregação. Santa Margarida despertou, naquele século XVII, um grande amor dos filhos da Igreja para com o coração de Jesus. Mostrando o coração dEle como centro de amor, irradiador do amor de Deus. São Geraldo Magella, santo redentorista teve uma grande dedicação pelas coisas de Deus. Um homem penitente, que sabia o valor da vida eterna, e teve muita importância para as gestantes. Ele é um modelo de amor a família”.

Ao final do sermão, afirmou que “uma virtude que está presente nos três santos, aliás, podemos dizer que em todos os santos, a humildade”, e convidou a todos para rezarem para se assemelharem a eles.

No final da celebração, os celebrantes e os fiéis se dirigiram a imagem de Santa Edwiges para rezarem juntos sua oração e ladainha. Logo após, Dom Gil abençoou pães e objetos.

Ademais, a Paróquia do Sagrado Coração agradeceu a participação de todos, especialmente do arcebispo que todos os anos celebra seu aniversário de episcopado com tal paróquia. Na sequência todos foram  convidados a prestigiarem as barraquinhas no salão paroquial.

Conteúdo Relacionado
X