Dom Amilton Manoel é nomeado Bispo Titular da Diocese de Guarapuava (PR)

0

O Papa Francisco acolheu, nesta quarta-feira, 6 de maio, o pedido de renúncia apresentado por Dom Antônio Wagner da Silva ao Governo Pastoral da Diocese de Guarapuava (PR). No mesmo ato, o Santo Padre nomeou como Bispo Titular da mesma Diocese, Dom Amilton Manoel da Silva, atualmente Bispo Auxiliar na arquidiocese de Curitiba (PR). A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou agradecimento a Dom Antônio Wagner da Silva. Confira abaixo as biografias e o agradecimento.

Novo Bispo da Diocese de Guarapuava (PR)

Dom Amilton Manoel da Silva, CP, nasceu em 2 de março de 1963, em Osvaldo Cruz (SP). Estudou Filosofia na Universidade Federal do Paraná em Curitiba (1992-1995) e Teologia no Instituto de Teologia de São Paulo-ITESP (1997-2000). Emitiu a profissão religiosa em janeiro de 1997 como membro da congregação da Paixão de Jesus Cristo (Passionistas) e recebeu a ordenação sacerdotal em 17 de dezembro de 2000.

Dentro de sua congregação, desempenhou inúmeros cargos, como: vigário paroquial, pároco, mestre de noviços, Superior Provincial e membro da secretaria de formação do Conselho Geral. Também foi assessor da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) e pregador de exercícios espirituais.

Foi nomeado bispo titular da diocese de Tusuro (Tunísia) e bispo auxiliar da arquidiocese de Curitiba (PR), pelo Papa Francisco, no dia 7 de junho de 2017, sagrado no dia 19 de agosto de 2017, por dom Antônio José Peruzzo e apresentado como Bispo Auxiliar, no dia 08 de setembro de 2017. Na arquidiocese de Curitiba, foi referencial para as comissões de Liturgia, Comunicação, Missão, Juventude e CRB.

No Regional Sul 2 (CNBB), é secretário dos bispos, desde 2017 e referencial para o Setor Juvenil. Desde 2019, é membro da comissão Pastoral Juvenil da CNBB e, em julho deste mesmo ano, o Papa Francisco o nomeou membro da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica. Seu lema episcopal, extraído de Gl 6,14, é: Christi in Cruce Gloriari, (Gloriar-se na Cruz de Cristo).

Fonte: Site da CNBB

Conteúdo Relacionado
X