Diaconia “Dai-lhes vós mesmos de comer” realiza sua segunda reunião

No último sábado, dia 15 de abril, a diaconia “Dai-lhes vós mesmos de comer” realizou seu segundo encontro com os projetos que trabalham com a insegurança alimentar nas demais cidades que compõem o território arquidiocesano.

Com a presença dos padres Fernando Augusto Martins da Silva e José de Anchieta Moura Lima, que são os Assessores Eclesiásticos, e dos diáconos Antônio Valentino da Silva Neto, Carlos Augusto Duque e Álvaro Shwenck Spíndula, a equipe se reuniu durante toda a tarde com os leigos de diferentes cidades.

Em entrevista Padre Fernando falou sobre objetivo do encontro. “Reunir as diferentes expressões, sejam pastorais, movimentos, projetos que trabalham com a insegurança alimentar, que é a assistência as famílias que trabalham, principalmente através do fornecimento de cestas básicas às famílias que necessitam. Nosso objetivo principal é gerar entrosamento, partilha, para que assim a gente possa caminhar em maior unidade, sintonia, em diálogo, traçar rumos, traçar metas a partir daquilo que já temos colhido de informações”.

Momento de oração

Ele comentou ainda que, diferentemente da primeira reunião, ocorrida no segundo semestre que 2022, com os projetos existentes em Juiz de Fora, as realidades das demais cidades são bastante distintas e o desafio é fazer com que elas caminhem em unidade, com maior entrosamento em as paróquias e movimentos.

A programação da tarde focou em apresentar os presentes e os projetos que ali estiveram representados, proporcionar a trocar de ideias e vivencias, assim a diaconia colhiam informações sobre suas realidades e as expressões de assistência alimentar iniciavam diálogo.

O Pastor Arquidiocesano, Dom Gil Antônio Moreira, fez questão de passar no local para exaltar a importância das atividades dos presentes. Em entrevista, ele recordou que o nome da diaconia “Dai-lhes vós mesmos de comer” foi um pedido do próprio Cristo. “É uma palavra de Jesus dita aos apóstolos para atender à multidão faminta, que ela tem um sentindo eucarístico, não se nega isso, mas tem também um sentido caritativo: não deixar faltar o pão na mesa de ninguém, portanto, algo de grande importância na vida da Arquidiocese de JF é o atendimento aos pobres. A atenção que Jesus deu aos pobres é aquela que nós queremos dar”.

Lembrando que a diaconia foi criada no II Sínodo Arquidiocesano, com foco no cuidado com as pessoas em situação de vulnerabilidade social e faz parte do Vicariato da Caridade. Quaisquer interessados em ajudar ou obter mais informações sobre suas atividades devem entrar em contato com o Centro Pastoral.

Veja Também