Conselho Missionário de Seminaristas é implantado na Arquidiocese de Juiz de Fora

0

A Arquidiocese de Juiz de Fora e o Seminário Arquidiocesano Santo Antônio implantaram oficialmente, na noite da última quinta-feira (4), o Comise, Conselho Missionário de Seminaristas. A criação do grupo vai na direção daquilo que foi pedido pelo I Sínodo Arquidiocesano, de fazer de nossa Igreja Particular uma “Igreja sempre em missão”, além de ser um passo efetivo rumo ao II Sínodo, que terá início em outubro.

O lançamento aconteceu durante Celebração Eucarística realizada na Capela do Seminário, presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira. A missa foi concelebrada pelo assessor religioso do Conselho Missionário Arquidiocesano (COMIDI), Padre Leonardo Loures, e contou com a presença de vários seminaristas.

Segundo o seu estatuto, o Comise “tem como intenção essencial a inserção da característica missionária na formação dos futuros presbíteros”. O texto ressalta que “tal fator é imprescindível para o devido funcionamento e harmonia da vocação diocesana, pois o fundamento espiritual dos sacerdotes diocesanos é a figura do Cristo Bom Pastor”.

*O seminarista Rafael Nascimento é o coordenador do Comise

Segundo o coordenador do grupo, o seminarista Rafael Coelho do Nascimento, o conselho terá por objetivo refletir e colocar os vocacionados ao sacerdócio na perspectiva de missão, tanto a ad intra (dentro do território arquidiocesano), como ad gentes (fora da nossa Arquidiocese, tal como Óbidos, Haiti e Brumadinho). “A Igreja toda é missionária. A nossa Arquidiocese, desde o seu primeiro Sínodo Arquidiocesano, há dez anos, tem vivenciado essa experiência de um estado permanente de missão. Então, também nós, futuros presbíteros da Igreja de Juiz de Fora, precisamos nos colocar nessa perspectiva. A missão da Igreja é evangelizar e isso está na essência da Igreja”.

Dom Gil ressalta que o organismo faz comunhão com a Igreja do Brasil e todas as igrejas particulares, no sentindo de incentivar a vocação missionária também nos seminaristas diocesanos. “É muito importante que os nossos seminaristas cresçam dentro do nosso seminário sempre alimentados, animados pelo espírito missionário. A Igreja só tem sentido se for missionária. Então, a criação do Comise quer ser um passo a mais neste nosso compromisso missionário do presente e do futuro”. Durante sua homilia, o pastor ainda disse que ser missionário é testemunhar com a palavra e a vida, “levando Cristo a todos e trazendo todos a Cristo”.

*Padre Leonardo foi nomeado por Dom Gil como diretor espiritual do conselho seminarístico

O Conselho Missionário de Seminaristas integrará a estrutura do Conselho Missionário Arquidiocesano, reativado em 2018. Padre Leonardo foi nomeado por Dom Gil para ser, também, o diretor espiritual do grupo. “Dentro da constituição do COMIDI, é essencial ter essa organização missionária em vários campos. E com certeza na linha dos seminaristas é fundamental, levando em conta que são os futuros padres da Igreja. Então é essencial que eles tenham já esse ardor missionário desperto no Seminário”, ressalta o sacerdote.

Além de Rafael Nascimento, a coordenação do Comise é composta pelos seminaristas Gabriel Florenço Dias, como vice-coordenador; Silas Marques Afonso, secretário; e Leonardo José de Melo, assessor de comunicação. O primeiro desafio do grupo será o de organizar o Formise do Regional Leste 2, Formação Missionária para Seminaristas que acontecerá no Seminário Santo Antônio entre os dias 24 e 26 de maio. São esperados cerca de 60 participantes dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

Também será responsabilidade da coordenação do Conselho Missionário a preparação para a tradicional missão dos seminaristas realizada em outubro. A atividade é, geralmente, feita em alguma paróquia da Arquidiocese de Juiz de Fora.

Conteúdo Relacionado
X