Comunidades do Barbosa Lage lotam a Matriz para celebrar Nossa Senhora de Fátima

0

O dia de Nossa Senhora de Fátima foi marcado por celebrações em toda a arquidiocese, centenas de fiéis se reuniram para comemorar essa data especial para a Igreja. No bairro Barbosa Lage não poderia ser diferente, com a paróquia esse título de Maria, em preparação para esta segunda-feira, 13 de maio, a festa já estava sendo realizada.

A missa de encerramento da festividade foi presidida por Dom Gil Antônio Moreira, arcebispo metropolitano, e concelebrada pelo pároco padre Expedito Lopes de Castro, pelo vigário paroquial, padre Nilo Sérgio e pelos padres José Custodio de Oliveira e Luciano Bonato. Contou também com a colaboração do diácono permanente, Márcio Ramos de Castro.

A noite teve início com a procissão luminosa saindo da Comunidade Verbo Divino em direção à Matriz, que ficou repleta de devotos. Para o pároco do local, Pe. Expedito, foi umas das maiores festas celebradas na paróquia, “tivemos uma verdadeira multidão de pessoas que foram agradecer e fazer seus pedidos. Este ano, todas as comunidades participaram. Louvamos a agradecemos a Deus por esse momento importante na vida da nossa paróquia”.

Ao longo da celebração Dom Gil falou sobre a devoção de Nossa Senhora de Fátima, que segundo ele, encontra grande carinho no coração do povo brasileiro e em Juiz de Fora, por conta do número de famílias que possuem descendência portuguesa. “Nossa Senhora de Fátima falou em nossa língua, dando uma mensagem de paz, oração, penitencia, para vencer a força do pecado e a força das armas. Naquela ocasião estava acontecendo a primeira guerra mundial e ela aparece aos pastorinhos para semear a paz, para que fossem mensageiros da paz”.

Na homilia ele aprofundou na história, “ela apresentou a eles o rosário, eles já rezavam o terço todos os dias. Quando ela apresenta o rosário, apresenta essa oração popular e profundamente teológica, porque rezá-la é contemplar o rosto de Cristo com os olhos de Maria. Como nos disse o Papa João Paulo II, o terço é uma oração Cristológica, rezando vamos louvando a Maria e, ao mesmo tempo, pensando, refletindo sobre tudo aquilo que Jesus viveu e ensinou.

Falou também da importância que Maria tem na história da salvação, como ela abriu-se a graça e acompanhou os passos de Jesus. “Em vários momentos da história ela apareceu, sempre como mãe, não aparece para ser louvada mas para destacar o seu próprio filho Jesus, recordar que Ele é o mais importante para nossa vida”, explicou Dom Gil. E completou, “Maria é aquela que traz a mensagem de Jesus e na língua de quem crê”.

Ao final da celebração, padre Expedito fez questão de agradecer a todos que se envolveram de alguma forma com a festa, em especial os agentes de pastorais e Dom Gil. Lembrou que ele e o padre Nilo estão a pouco tempo na paróquia e que foram muito bem acolhidos, em vista disso fizeram uma grande festa para a padroeira. “A palavra de hoje é agradecimento”, concluiu o sacerdote.

Antes do encerramento ocorreu o sorteio de uma imagem de Fátima e a grande surpresa da noite: Dom Gil, os padres da comunidade e o diácono Márcio fizeram a coroação de Nossa Senhora. Diante de Maria coroada, todos receberam a benção final.

Conteúdo Relacionado
X