Comunidade do Bairro Grajaú comemora 60 anos da Paróquia Nossa Senhora do Líbano

0

Na noite do último domingo, 2 de fevereiro, o Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu Santa Missa em ação de graças pelos 60 anos da Paróquia Nossa Senhora do Líbano. A Eucaristia, realizada na Matriz, foi concelebrada pelo Administrador Paroquial, Padre Welington Nascimento de Souza.

A Celebração teve início na porta da igreja, onde Dom Gil abençoou as velas dos fiéis, em recordação à Festa da Apresentação do Senhor. Em entrevista, o pastor recordou o fato de ambas as datas serem celebradas no mesmo dia. “A vocação desta paróquia é de fato espalhar a luz de Cristo na cidade onde ela está instalada”, afirmou.

Após seis décadas de história e dentro do contexto do 2º Sínodo Arquidiocesano, Dom Gil disse que a Paróquia Nossa Senhora do Líbano deve olhar para sua trajetória, mas também planejar o futuro. “O Sínodo é sempre organizado desta forma: a gente olha para trás para ver quantas coisas boas nós já temos e podemos aproveitar, e também quantas coisas precisam melhorar. Mas ele olha para frente. Depois de dez anos do 1º Sínodo, é bom que nós agora olhemos a nova realidade. O mundo muda muito velozmente, a cidade muda, os problemas mudam. Então, depois desse aniversário de 60 anos, esta paróquia deve olhar para frente: o que fazer diante dos desafios da cidade hoje, como ela deve se reorganizar para cumprir sua vocação de anunciar Cristo como luz dos povos”, finalizou.

Segundo Padre Welington, a Missa desse domingo (2) foi a primeira de uma série de atividades que marcarão o Jubileu de Diamante ao longo de 2020. A preparação teve início no ano passado, com peregrinação ao Santuário Basílica Bom Jesus do Livramento, em Liberdade (MG). “Nós vamos celebrar durante todo o ano o nosso Jubileu com festas, orações, visitas. Vai ser, sem dúvida, o ano de um encantamento ainda maior pela nossa Eucaristia, em agradecimento a todas as pessoas que colaboraram pela instalação desta paróquia”.

O atual administrador é o terceiro sacerdote a conduzir a Paróquia Nossa Senhora do Líbano, tendo sido precedido pelos padres José de Matos e Vicente Zacaron. Entre suas realizações à frente da comunidade, Padre Welington ressalta a criação de pastorais sociais e de visitação. “Nosso bairro é jovem, mas ainda assim existem muitas pessoas doentes. Por isso nós criamos aqui a Pastoral da Saúde, que atende principalmente ao Hospital João Felício”, conta. Após a chegada do sacerdote, a paróquia ainda passou a sediar a Pastoral Carcerária Arquidiocesana – da qual é Assessor Eclesiástico – e a Comunidade do Propedêutico (etapa de discernimento vocacional que antecede o ingresso no Seminário Arquidiocesano Santo Antônio).

*D. Neném é uma das paroquianas mais antigas

Centenas de pessoas participaram da Missa, entre elas, duas das mais antigas paroquianas ainda vivas: Maria Juracy Rocha Amaral (conhecida como D. Neném), de 80 anos, e Maria da Trindade Monteiro Oliveira, de 83. Enquanto a primeira integra a comunidade desde 1961, a segunda chegou à paróquia em 1976.

D. Neném conviveu com os três padres que ali estiveram. Trabalhou na Pastoral do Batismo e foi coordenadora do Apostolado da Oração. Por motivo de saúde, está há cerca de dois anos afastada. “Eu colaborei bastante, vivi o meu tempo todo aqui, participando de todos os movimentos”, contou.

D. Trindade foi a sucessora de D. Neném no Apostolado e até hoje é catequista. Quando se mudou para o Bairro Grajaú, não conviveu muito tempo com o Padre José de Matos, mas tem boas recordações dos 30 anos em que Padre Zacaron esteve à frente da paróquia. Um dos momentos dos quais se lembra com mais carinho é da ordenação sacerdotal do atual Arcebispo de Montes Claros (MG), Dom João Justino de Medeiros Silva, de quem acompanhou a infância e juventude. “O destaque muito bom é de eu ainda estar ajudando e tenho vontade, porque gosto muito de crianças, gosto muito dos jovens”.

Clique aqui e confira mais fotos.

Conteúdo Relacionado
X