Começando a ação de graças: Dom Gil celebra missa na Fundação Maria Mãe

0

Na manhã desta quinta-feira, 28 de março, Dom Gil Antônio Moreira presidiu uma celebração na Fundação Maria Mãe, mantenedora da Obra dos Pequeninos de Jesus, em comemoração aos 10 anos à frente da arquidiocese de Juiz de Fora. A missa contou com a concelebração do diretor espiritual do local, Padre Erélis de Paiva.

A instituição que presta assistência aos moradores em situação de rua, aos poucos foi vendo seu espaço de celebração se encher. Para Vanessa, presidente da obra, este é um momento muito importante. “Eu acho que o papel da Igreja é esse fazer esse tratamento igualitário, também levar Cristo a essas pessoas que não tem muitas vezes essa oportunidade de frequentar uma igreja porque são discriminados, onde muitas vezes ninguém quer perder tempo para falar de Jesus com eles. Então, essa missa vem com esse caráter de celebrar esses 10 anos da caminhada do Dom Gil e cada vez mais a gente vai amadurecendo a nossa fé com exemplos assim.

Nesse dia especial, o arcebispo agradeceu muito a Deus por esses anos de serviços na arquidiocese. Em entrevista, Dom Gil explicou que desejava começar a ação de graças celebrando com os pobres, “mais pobres da cidade, que são os pobres da rua. Nossa obra católica dos pequeninhos de Jesus, na Fundação Maria Mãe, é um dos locais onde, de fato, a gente se sente bem, no sentido em que nosso Senhor nos dá a graça de poder conviver com esses irmãos e procurar alguma coisa que possa aliviar a sua carência” e ressaltou o valor de tal instituição que há existe na cidade desde 1984.

Na homilia, destacou a necessidade de confiar em Deus, convite feito na Palavra inúmeras vezes, e de estar em união com o Pai, assim como com o próximo. Além disso, alertou a todos sobre o poder do Maligno e suas artimanhas em busca de ser visto como Deus. “Lembrem-se o diabo não é como um deus mal, só existe um Deus”, afirmou o pastor.

Antes do término da celebração, Padre Erélis testemunhou sua satisfação em estar celebrando esta data com Dom Gil, parabenizou o arcebispo e também os assistidos presentes na celebração. “Quando eu cheguei aqui, era uma luta, o pessoal falava muito, mas agora os pequeninos são melhores que muitos paroquianos”, afirmou o sacerdote com alegria.

Ao final da missa, Vanessa tomou a palavra para agradecer a todos, Dom Gil, os pequeninos, os voluntários e demais pessoas por estarem presentes e ajudando a Fundação Maria Mãe. “Em especial o arcebispo, pela grata surpresa de celebrar esse dia com a gente. É importante falar da humildade e o exemplo que o Dom Gil vem fazendo ao decorrer desses 10 anos. Porque ele sempre priorizou essa convivência e esse fortalecimento de estar junto com as pessoas mais necessitadas (…). É um sacerdote que se preocupa com quem ninguém quer”, declarou a presidente da instituição.

Após a eucaristia todos seguiram para um café da manhã simples, em respeito ao tempo da Quaresma.

Conteúdo Relacionado
X