Coleta para os Lugares Santos 2021 será realizada neste Domingo de Páscoa

Imagem: Franciscanos.org.br
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Tradicionalmente na Sexta-feira Santa, a Igreja no mundo inteiro convida os cristãos católicos a contribuírem com os Lugares Santos. Com esta colaboração de todo o mundo, o Comissariado da Terra Santa consegue manter e cuidar dos Lugares Santos do Cristianismo, como o Santo Sepulcro, a Basílica da Natividade, até os santuários menos notados, dentre várias outras atividades missionárias.

Neste ano, a coleta deverá ocorrer no Domingo de Páscoa. A orientações foi feita pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira. “Como esse ano nós não podemos ter presença de povo na igreja na sexta-feira santa, respeitando a situação pandêmica, nós vamos fazer essa coleta no domingo”, explicou ele.

Caso algum município tenha presença do povo impedida no domingo, o padre deve procurar o Arcebispo para verificar a melhor data para realizar a coleta.

Com as dificuldades enfrentadas desde o ano passado, os Lugares Santos que antes viviam do turismo religioso e das contribuições dos fiéis, sofreram e sentiram diversos impactos econômicos causados pelo isolamento devido à covid-19. ”Nós temos muitos santuários que dependem da nossa ajuda. É preciso que todos ofertem alguma coisa de si, para ajudarmos os frades franciscanos e demais que estão na Terra Santa, protegendo os lugares por onde Jesus passou”, recomendou Dom Gil.

Na carta de Apelo para a Coleta em favor dos Lugares Santos enviada a todas dioceses e arquidioceses, o prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais, Cardeal Leonardo Sandri, encoraja os fiéis a tal gesto de solidariedade e explica as dificuldades sofridas com a pandemia. “Foi, portanto, um ano de prova e assim também para a Cidade Santa de Jerusalém, pela Terra Santa e para a pequena comunidade cristã que habita no Médio Oriente que quer ser luz, sal e fermento do Evangelho.”

No documento, o Cardeal pede que a indiferença seja superada. “A Coleta Pró Terra Santa 2021 seja para todos a ocasião para não voltar o olhar, para não passar adiante, para não ignorar as situações de necessidade e de dificuldade dos nossos irmãos e das nossas irmãs, que vivem nos Lugares Santos. Se diminuir este pequeno gesto de solidariedade e de partilha (São Paulo e São Francisco o chamariam de “restituição”) será ainda mais difícil para tantos cristãos daquelas terras de resistir à tentação de deixar o próprio país, será difícil manter as paróquias na sua missão pastoral, e continuar a obra educativa através das escolas cristãs e o empenho social a favor dos pobres e dos que sofrem.”

Conheça o trabalho dos Franciscanos no cuidado dos Lugares Santos: clique aqui.

*Com informações de Vatican News e Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil

Veja Também