CNBB promove dia de Oração diante da pandemia da Covid-19, nesta terça-feira (2)

0

“Manter a luz da esperança” é o mote escolhido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para o Dia de Oração diante da pandemia da covid-19, que está sendo realizado nesta terça-feira, 2 de fevereiro. No dia em que a Igreja celebra a Apresentação de Jesus no Templo e o Dia da Vida Consagrada, “são várias as motivações em torno da oração por perseverança e solidariedade diante da pandemia”, de acordo com o Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ) e Secretário-geral da CNBB, Dom Joel Portella Amado.

O Bispo recorda que, desde o início da pandemia, a Igreja no Brasil não deixou de rezar. “Foram vários os momentos em que a CNBB convidou à oração em comum”, recordou.

“Diante do agravamento do quadro, com o aumento no número de contaminações e mortes, com a insegurança diante da possibilidade de rápida vacinação e com as pessoas manifestando cansaço e, por isso, se descuidando em relação às medidas sanitárias, a CNBB propõe que se intensifique mais ainda a oração, para que nos mantenhamos firmes na fé, na esperança e na caridade, mantendo as medidas de prevenção“, explicou Dom Joel.

O objetivo é realizar um dia de oração “muito simples”, porém “de oração e reflexão sobre a firmeza em meio à tempestade, como nos lembrou o Santo Padre quando da oração na Praça de São Pedro”, situou Dom Joel. Nas intenções, também estão as sequelas econômicas da pandemia, refletidas no alto desemprego e nas situações de fome e desespero.

Contemplar Maria e José

“Na festa da Apresentação do Senhor, nós contemplamos, entre outros aspectos, a Virgem Maria e São José firmes, ainda que vivenciando tudo que os Evangelhos nos contam: era um momento de bastante tensão e angústia. Nem por isso, entretanto, deixaram de se voltar para Deus”, indicou Dom Joel.

Vida Consagrada

No Dia Mundial da Vida Consagrada, em comunhão com toda a Igreja, o Dia de Oração também terá a intenção dos religiosos e religiosas em seu dia especial. “Vamos agradecer a Deus por esse dom tão fecundo à Igreja, com especial atenção para os consagrados e consagradas que estão na linha de frente no atendimento às vítimas da covid-19, alguns tendo até entregue a própria vida”.

Programação

  • 9h – MISSA do Santuário Nossa Senhora da Piedade, presidida pelo presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo, gerada pela TV Horizonte e retransmitida pelas TVs católicas Evangelizar, Nazaré e Pai Eterno.
  • 17h – LIVE sobre as fontes de ânimo em tempo de pandemia, com transmissão pelas redes sociais da CNBB.
  • 19h – TERÇO do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, transmitido pela TV Aparecida. Para este terço, a CNBB pede que em cada casa seja, dentro do possível, colocada uma vela acesa em uma das janelas, de modo que, ainda que pequena, a luz irradie para as outras pessoas.
  •  21h – ORAÇÃO DA NOITE, da Capela Nossa Senhora Aparecida, na sede da CNBB, em Brasília, com transmissão pelas redes sociais da CNBB.

 Participe

Como símbolo, e para estar em comunhão, a CNBB pede que, durante a programação do dia, os fiéis acendam uma vela. À noite, durante a oração do terço, pede-se que a vela seja colocada em um lugar visível, como em uma janela, por exemplo, protegida do vento. A ideia, segundo dom Joel, é que, ainda que pequena, a luz se irradie para as outras pessoas como sinal de esperança. Pode-se compartilhar, nas redes sociais, uma foto com a hashtag #LuzdaEsperança.

Acompanhe nas redes sociais da CNBB: Facebook, YouTube Twitter

Fonte: Site da CNBB

Conteúdo Relacionado
X