Centenário do Abrigo Santa Helena é celebrado na Catedral

0

*Matéria retirada do site: catedraljf.org.br

No último domingo, 11 de outubro, foi celebrada uma missa em Ação de Graças pelo Centenário do Abrigo Santa Helena. A celebração foi presidida pelo arcebispo Dom Gil Antônio Moreira e concelebrada pelo padre José Custódio, responsável pela espiritualidade do Abrigo, e assistida pelo diácono Ruy Figueredo. O Coral Arquidiocesano Benedictus também participou da celebração.

Em sua homilia dom Gil saudou o presidente do Abrigo Santa Helena, Antônio Carlos da Silva Estevão, as demais autoridades presentes e com uma salva de palmas, cumprimentou os internos da instituição.

“Quantos benefícios aconteceram ao longo destes 100 anos de história. Quantas pessoas passaram por esta instituição e ajudaram a construir esta caminhada. Vamos celebrar o centenário do Abrigo Santa Helena e que este bonito trabalho continue ainda por muitos anos. Viva o Abrigo Santa Helena!”, ressaltou o arcebispo.

Dom Gil também explicou que a instituição recebe regularmente doações para cuidar dos internos. “O Abrigo Santa Helena está arrecadando fraldas geriátricas (M ou G) e leite longa vida. Pedimos para aqueles que puderem contribuir, que os ajude. É um ato de misericórdia que você faz ao ajudar esta instituição”, finalizou.

Ao final da celebração toda a assembleia cantou parabéns para saudar os membros do Abrigo Santa Helena.

Para conferir as fotos da celebração, clique aqui.

História do Abrigo Santa Helena

O Abrigo Santa Helena foi fundado em 10 de outubro de 1915, por José Procópio Teixeira e Edgar Quinet de Andrade Santos, sob a denominação de Asilo de Mendigos de Juiz Fora. Hoje é uma instituição civil e filantrópica que objetiva abrigar, sob regime de internamento, pessoas idosas carentes, independente de raça, cor, sexo ou religião, desde que se submetam ao seu regulamento interno. É considerada de utilidade pública municipal, estadual e federal.

Seu efetivo é de 145 internos, sendo 75 homens e 70 mulheres, abrigados em pavilhões reformados e mobiliados em 2008 nos padrões da Anvisa – Agência Nacional de Saúde Pública, possuindo sala de recreação com aparelhos de som e TV. Cada quarto possui quatro camas. Para os internos dependentes é reservado tratamento intenso e constante. No seu quadro de funcionários o Abrigo possui médico, psicóloga, assistente social, fonoaudióloga, fisioterapeuta, enfermeiros, profissional de educação física, auxiliares de enfermagem e cuidadores de idosos, que proporcionam assistência permanente aos internos. No prédio mais antigo funciona a administração, a secretaria e os setores de contabilidade e pessoal, a capela, a fábrica de fraldas geriátricas, a lavanderia e salas de atendimento interdisciplinar, além do centro de Fisioterapia. Há ainda um espaço cedido em comodato ao Rotary Club de Juiz de Fora que é o quinto clube de serviços instalado no Brasil, fundado em 9 de novembro de 1927, onde funciona seu memorial. A cessão se deu pelos relevantes serviços prestados ao Abrigo Santa Helena, neles incluído a construção do pavilhão situado no segundo piso no qual ficam abrigadas as idosas. O Memorial Rotary Club está permanentemente aberto à visitação pública.

Construído recentemente, o pavilhão recreativo ‘Dr. Maurício de Miranda Teixeira’ é onde são realizadas as festividades de confraternização dos internos, como festa junina, carnaval, natal, dia dos pais, das mães e de aniversário e também aquelas que reúnem a sociedade em geral em almoços e jantares, visando angariar fundos para a instituição.

Mais informações no site da instituição (clique aqui).

Conteúdo Relacionado
X