Centenário de Chiara Lubich é recordado em Missa na Catedral Metropolitana

0

No próximo domingo, 26 de janeiro, às 11h30, a Catedral Metropolitana de Juiz de Fora sedia Missa em Ação de Graças pelo centenário de Chiara Lubich, fundadora do Movimento Focolares. A celebração será presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira.

“Chiara Lubich deixou um legado importantíssimo para a Igreja inteira. Deus lhe deu uma missão toda especial: criar a espiritualidade da unidade. Uma das suas palavras importantes é esta: depois da nossa morte, a única coisa que vai ficar é o amor. O amor que nós praticamos a Deus, aos outros. Então, este amor, que foi o maior mandamento de Jesus Cristo, é o básico para que as pessoas vivam em paz, em união”, ressaltou o pastor durante a Eucaristia que recordou os 11 anos do falecimento de Chiara, em março de 2019.

Chiara Lubich

A fundadora do Movimento dos Focolares nasceu em 22 de janeiro de 1920, em Trento, norte da Itália, mas foi batizada com o nome de Silvia.

Em 1943, atraída pela escolha de vida radical de Santa Clara de Assis, tornou-se Terciária Franciscana. Em 7 de dezembro, doou-se para sempre a Deus mediante o voto de castidade. No ano seguinte, após um violento bombardeio durante a guerra, sua família teve que fugir de Trento, mas Chiara decidiu permanecer. Com suas primeiras companheiras, dividiu um apartamento, na praça dos Capuchinhos, onde nasceu o Movimento dos Focolares.

Desde então, começou a aumentar o número de suas companheiras e companheiros. Por isso, durante o verão, começou a reuni-los, entre as montanhas das Dolomitas, dando origem assim às famosas “Mariápolis”, cujo nome significa “cidade de Maria”.

A partir de 1961, Chiara começou a compartilhar a sua vida comunitária com outras pessoas, queriam conhecer a espiritualidade evangélica.  Um ano depois, o Papa João XXIII aprovou o Movimento, que recebeu o nome de “Obra de Maria”. Após uma longa enfermidade, a fundadora do Movimento dos Focolares faleceu em 14 de março de 2008, na sua residência em Rocca di Papa, nas proximidades de Roma.

*Com informações do site do Vatican News

Conteúdo Relacionado
X