Celebração da alegria da Ressurreição encerra Semana Santa histórica

0

No último domingo a Catedral Metropolitana recebeu o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira para a Missa de Páscoa. O dia da vitória de Cristo sobre a morte finaliza uma Semana Santa diferente de todas já vividas no local.

Novamente com a igreja vazia, devido às medidas de prevenção à pandemia de Covid-19, Dom Gil presidiu a celebração convidando a todos experimentarem da alegria. “Essa sensação de paz, de tranquilidade, de alegria que vivemos, é o que desejamos para todos nessa situação de pandemia”, afirmou ele no início de sua homilia.

Durante o sermão, ele frisou o desejo de Cristo doar-se pela humanidade e que a ressurreição é uma vitória de cada irmão. “Ele venceu o mal, o pecado, a morte. A vitória de cristo é a nossa vitória.”

Ao explicar a liturgia, pontuou do papel das mulheres na evangelização. “Jesus aparece primeiro a mulher, Madalena. As mulheres, portanto, levam a notícia da ressurreição. Na Igreja, hoje as mulheres que levam a noticia da ressurreição para todos os povos”.

O convite feito, no entanto, foi para que o homem velho dê lugar ao novo. Assim como fizeram os discípulos, que não entendiam a ressurreição, tiveram medo, deixaram Jesus, mas após sua vitória compreendem e sair para pregar. “A Igreja vai anunciando essa verdade. Muitas vezes encontra oposições, agressões, dificuldades, mas nunca deixa de pronunciar aquilo que o Senhor pretende que ela anuncie”, explicou o Arcebispo.

Nesse dia de exultação, o Administrador da Catedral, Padre José de Anchieta Moura Lima, e os Vigários Paroquiais, Mons. Luiz Carlos de Carlos e os padres Danilo Celso de Castro, Luiz Carlos Vitório e Antônio Pereira Gaio concelebraram com Dom Gil. Também participaram os diáconos Antônio Valentino da Silva Neto e Waldeci Rodrigues da Silva.

O Arcebispo no momento dos agradecimentos ao final da celebração

Ao final da missa, Dom Gil expressou sua gratidão a todos que participaram das celebrações da Semana Santa, seja colaborando para sua realização ou acompanhando as transmissões ao vivo. Em especial as equipes da Pastoral da Comunicação (Pascom) que ajudaram os padres a realizarem a divulgação das missas.

Em entrevista, ele confessou sua satisfação com a nova experiência vivida. “Esse ano tivemos que preparar tudo de repente, a Semana Santa de forma completamente diferente. Então a avaliação que eu faço, embora tenha sido uma correria, foi uma benção de Deus. Podemos atingir muito mais pessoas, não só a Catedral, mas tantas paróquias de nossa arquidiocese, e do mundo inteiro. Quando vezes o papa foi visto? Os bispos e padres.”

O pastor enxerga no cenário de pandemia algo positivo para o momento que a Arquidiocese de Juiz de Fora vive. “O Senhor nos deu um jeito novo de evangelizar. Inclusive, nós estamos tendo uma benção para nosso II Sínodo Arquidiocesano. Ele possui como lema: ‘Proclamai o Evangelho pelas ruas e sobre os telhados’. As ruas estão vazias, mas os moradores das ruas receberam a evangelização de forma muito mais intensa do que se gente saísse nas ruas procurando evangelizar. Tudo isso é motivo de alegria e crescimento para o sínodo!”.

Para o administrador paroquial, Padre Anchieta a experiência foi única. “Na minha vida de 35 anos de padre, que já estou fazendo, é a primeira vez que tivemos que assumir uma realidade dessas. Foi muito desafiante, mas muito rica”.

“Deixo a mensagem de páscoa, fazer a experiência de sair da dor, do sofrimento, para a glória, para a vida eterna que o senhor nos conduz. Queremos pedir a Deus para nos afastar do sofrimento”, concluiu ele, em entrevista.

Lembrando que a Ressurreição de Cristo dá início ao Tempo Pascal. Ele é celebrado durante sete semanas, até a vinda do Espírito Santo no Domingo de Pentecostes. Ele prolonga a alegria inigualável da Ressurreição e prepara para a vinda do Espírito Santo.

A primeira das sete semanas deste tempo litúrgico é a assim chamada “Oitava da Páscoa”, a ser encerrada com o “Domingo da Oitava da Páscoa”. Todos são convidados a participarem das missas durante estes dias. Na Web TV a missa é transmitida todos os dias, ao vivo, às 12h e reapresentada às 19h.

Confira as fotos da celebração no nosso Facebook.

*Com informações de Portal Aleteia 

Conteúdo Relacionado
X