Católicos e Metodistas se unem para um culto ecumênico no Ceresp

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

*Colaboração: Leandro Novaes

(Jornal Folha Missionária)

Na manhã desta sexta-feira (6), o arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, os padres Luciano Atanázio e José Maria de Freitas, CEM e o Diácono Wellington Nascimento se juntaram ao Pastor Messias Valverde, da Igreja Metodista, para um culto ecumênico no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), no Bairro Linhares. Cerca de 50 detentos participaram da celebração, que faz parte da programação da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos (SOUC).

O diretor geral da penitenciária, Giovane de Moraes Gomes, ressaltou a importância do trabalho da Igreja Católica nos presídios de Juiz de Fora. Segundo ele, o trabalho que vem sendo realizado pela Pastoral Carcerária faz com que os detentos se tornem cada vez mais religiosos. “Essas visitas trazem uma respeitabilidade para os presos, não somente entre eles, mas também deles para com os visitantes. Infelizmente existem pessoas que não entendem que eles necessitam disso”, afirmou.

O diretor lembrou, ainda, que nunca houve nenhum tipo de desrespeito durante os atendimentos religiosos na penitenciária e mostrou-se, particularmente, satisfeito com a presença dos representantes da Igreja na carceragem. “Sinto-me feliz e orgulhoso pela presença de Dom Gil e do padre José Maria aqui no Ceresp. Os detentos os recebem muito bem e pedem para participar da celebração”, concluiu.

 

Outras informações:

Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

 

Veja Também