Cardeal Pedro Barreto é o novo presidente da REPAM

0

Nascida em 12 de setembro de 2014 como plataforma de articulação sinodal, a REPAM é presidida desde a sua criação pelo cardeal Cláudio Hummes, que agora entrega o serviço ao seu vice-presidente, o cardeal Pedro Barreto.

Cardeal Pedro Barreto/Vatican News

No comunicado, assinado pelo cardeal brasileiro, que é agora presidente da Conferência Eclesial da Amazônia – CEAMA, salienta-se que “a REPAM trabalha na promoção de uma Igreja com rosto amazônico e no cuidado da casa comum, com uma visão preferencial pelos povos indígenas e comunidades vulneráveis, para que eles possam ser os sujeitos prioritários de sua história”.

Durante este tempo em que foi presidente, o cardeal Hummes afirma ter assumido “o desafio de fortalecer a rede com um trabalho comprometido no território para ouvir as demandas e desejos dos povos e, junto com as comunidades, construir os novos caminhos”, insistindo que é “um exercício constante de escuta, diálogo, estrutura e adaptação”, algo que tem sido levado a cabo num trabalho constante de avaliação.

A saída do Cardeal Hummes é, como ele próprio afirma, o fruto de “um profundo e orante processo de discernimento” e a consequência do seu novo serviço eclesial na presidência da CEAMA, um dos frutos do Sínodo para a Amazônia. O novo presidente, cardeal Barreto, que iniciará oficialmente a sua nova função a 9 de novembro, no espírito sinodal, diz que assumirá o desafio de “continuar trabalhando juntos, de mãos dadas, mas sabendo que a CEAMA é a expressão de uma estrutura eclesial que abre o caminho para uma renovação da Igreja”.

O comunicado afirma também que o novo vice-presidente da REPAM será conhecido após um processo de consulta. Ao mesmo tempo, é relatado que a Rede Eclesial Pan-Amazônica, no âmbito do processo de discernimento e reorganização, mudou o seu secretário executivo, função assumida pelo irmão marista João Gutemberg Mariano Coelho Sampaio, e que a sede está sendo transferida de Quito (Equador) para Manaus (Brasil).

Confira o comunicado assinado pelo Cardeal Cláudio Hummes, na íntegra, clicando aqui.

Fonte: Site Vatican News

Conteúdo Relacionado
X