Campanha “É Tempo de Cuidar” arrecada duas mil toneladas de alimentos em todo país

0

Com dois meses e 14 dias em curso, a Ação Solidária Emergencial da Igreja no Brasil “É Tempo de Cuidar”, uma iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e da Cáritas Brasileira, se aproxima da marca de 2  mil toneladas de gêneros alimentícios arrecadadas em 89 dioceses brasileiras. Até ontem, 25 de junho, o Comitê Gestor da Campanha contabilizou 1.916,561 kilos de alimentos. A campanha foi lançada dia 12 de abril.

O secretário-executivo de Campanhas da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Patriky Samuel Batista comemora o número: “receber esta notícia renova o nosso compromisso de viver o Evangelho como ação de cuidado”. Mas, por outro lado, adverte: “Recebemos esta notícia com muita alegria mas também certos de que há muito o que fazer”, afirmou ao saber dos resultados.

Segundo ele, muitas dioceses têm feito muitas coisas, ao todo são 278 circunscrições eclesiásticas no Brasil, sendo 217 dioceses e 45 arquidioceses, mas ainda nem todas partilharam e socializaram o que estão realizando.

Segundo informação do Comitê Gestor da Campanha É Tempo de Cuidar, até agora mais de 390 mil pessoas foram beneficiadas. A campanha arrecadou, até o dia 25 de junho, R$ 1.643.934,00 e distribuiu 195.798 alimentos prontos para o consumo, especialmente para a população de rua. Também foram arrecadados 154.084 kits de higiene e limpeza, 154.084 unidades de equipamentos de proteção individual e 88.252 roupas e calçados.

De acordo com o padre Patriky, os itens arrecadados visam atender demandas de primeira necessidade das pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social, afetadas pelo contexto de pandemia do novo coronavírus em situações em que o Estado brasileiro não chega.

“Onde a ação do Estado não chega, a mão da Igreja está pronta para apoiar e iniciar verdadeiros processos permanentes de solidariedade, socorrendo necessidades imediatas, sem perder o compromisso de encontrar caminhos. É tempo de cuidar, é tempo de amar, é tempo de despertar o voluntariado e cuidar da solidariedade”, exortou.

Alento para as comunidades vulneráveis

As arrecadações são distribuídas às comunidades mais vulneráveis que tiveram sua renda extremamente afetada. Para distribuição, cada diocese mapeia os beneficiários a partir das realidades mais críticas e que precisam de atenção maior de cada comunidade.

Portando, a população prioritária da Ação abrange diferentes realidades de pobreza e extrema pobreza em todo território nacional, como as pessoas em situação de rua, migrantes e refugiados, as que vivem em moradias precárias em zonas rurais e urbanas, além dos desempregados/as e trabalhadores/as informais que, neste momento, perderam suas fontes de renda.

O secretário-executivo de Campanhas da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil afirma que o lema bíblico da Campanha da Fraternidade deste ano “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”, se tornou um verdadeiro projeto de vida. “Um projeto de vida por aqueles que são capazes de traduzir a compaixão em gestos de solidariedade”, finalizou.

Como participar da Campanha É Tempo de Cuidar:

Acesse o hotsite da Campanha aqui no site da CNBB e saiba como participar e incluir a ação que a sua diocese ou grupo está fazendo no balanço da campanha.

Informações: Site da CNBB

Conteúdo Relacionado
X