Assessoria de comunicação da CNBB lança “hot site” que aprofunda os temas que serão votados pelo episcopado na 59ª AG CNBB

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

A Assessoria de Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lança nesta terça-feira, 9 de agosto, o hot site da 59ª Assembleia Geral do episcopado brasileiro, evento a se realizar, em Aparecida (SP), de 28 de agosto a 2 de setembro próximo.

O hot site, segundo a assessora de comunicação da CNBB, Manuela Castro, pretende ser um subsídio voltado tanto aos bispos, aos convidados e à mídia em geral que vai fazer a cobertura do evento. “Buscamos dar destaque, na publicação, para matérias e informações que aprofundam cada um dos cinco temas centrais que serão objeto de votação do episcopado brasileiro”, disse.

Orientações ao trabalho dos jornalistas

O espaço, criado no portal da CNBB, também tem uma área voltada especialmente para oferecer informações aos veículos de comunicação e jornalistas que vão cobrir o evento presencialmente, em Aparecida (SP), com informações sobre o credenciamento prévio e para o evento, perguntas e respostas sobre a 59ª AG CNBBB, programação e momentos que serão abertos à imprensa durante a etapa presencial.

A publicação conta com um texto de saudação inicial do bispo auxiliar do Rio de Janeiro e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, no qual também explica o sentido e os objetivos desta etapa do encontro do episcopado brasileiro. Ele reforça que quatro verbos vão reger a 59ª AG CNBB: Reencontrar e conviver, votar e rezar”. O secretário-geral lembra também que durante a Assembleia os bispos vão celebrar os 70 anos da CNBB.

A cada semana, serão publicadas, até o dia 27 de agosto, matérias com o aprofundamento dos temas e também que servirão para orientar o trabalho dos jornalistas. A primeira matéria publicada, nesta terça-feira, 9 de agosto, foi com o arcebispo de Santa Maria (RS) e presidente da Comissão do Tema Central, dom Leomar Antônio Brustolin. Ele explica o processo de sistematização do Tema Central, “a atualização das Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil’ à luz do processo do Sínodo 2023 e explica o passo a passo de sua votação na assembleia.

Fonte: Site da CNBB

Veja Também