Aniversário de Dedicação da Catedral e 13º dia da Trezena de Santo Antônio são celebrados no Domingo da Santíssima Trindade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O último domingo, dia 12 de junho, Solenidade da Santíssima Trindade, também foi marcado pela celebração do 34º Aniversário de Dedicação* da Catedral e o 13º dia da Trezena de Santo Antônio. O Arcebispo de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu a Missa das 10h, que foi concelebrada pelo Administrador Paroquial, Padre José de Anchieta Moura Lima, e teve a participação do Diácono Permanente Antonio Valentino e do Coral Benedictus.

Dom Gil falou sobre a exultação em celebrar tantos eventos importantes para a nossa Igreja Particular, além da solenidade vivida pela Igreja do mundo todo. “Nosso coração se empolga pela celebração do padroeiro de nossa cidade, do nosso Seminário, da paróquia da Catedral, de toda a Arquidiocese. Também outra alegria do dia de hoje é a celebração da Dedicação da Catedral, que foi abençoada há mais de 150 anos como matriz ainda e foi sagrada, dedicada por Dom Juvenal Roriz há 34 anos.”

O Arcebispo finalizou pedindo a intercessão de Santo Antônio por todos, principalmente falando sobre o tema do último dia da trezena, que foi a Caridade. “Que Santo Antônio abençoe a você e dê todas as condições de praticar a caridade. Que possamos viver segundo a Palavra e praticar o amor, sobretudo aos pobres”, completou.

O Administrador Paroquial, Padre José de Anchieta, agradeceu a participação dos fiéis nestas celebrações e durante toda a trezena. “Queremos agradecer a presença de tantas pessoas que vieram aqui na Catedral hoje, encerrando a trezena dedicada a Santo Antônio. A pedido de Dom Gil, este ano fizemos trezena e não novena; foram 13 dias celebrando e comemorando nosso padroeiro, rezando pelas necessidades da nossa paróquia e da Arquidiocese.”

Dedicação

No interior da igreja, próximo à entrada principal, encontra-se uma placa com o registro da cerimônia de Dedicação da Catedral, que foi realizada em 12 de junho 1988. Além da placa, existem quatro cruzes em mármores: duas na porta de entrada e duas próximas ao altar, que simbolizam esta dedicação do templo. Cada cruz representa um dos evangelistas e possui uma vela na sua parte superior.

Esta cerimônia significa que a igreja é dedicada a Deus e, no caso da Catedral Metropolitana de Juiz de Fora, em honra a Santo Antônio, e que seu uso é exclusivo ao culto divino.

*Com informações e fotos do site da Catedral Metropolitana

Veja Também