Ajuda enviada pelo Papa Francisco chega à Ucrânia

Voluntários reuniram as doações na Igreja de Santa Sofia em Roma / Foto: Boletim da Santa Sé

Um caminhão carregado de geradores, alimentos e remédios chegou em Kharkiv, Ucrânia, na manhã desta quarta-feira (29). A pedido do Papa Francisco, a Esmolaria Apostólica preparou esta doação que foi enviada no último sábado, partindo da Igreja de Santa Sofia em Roma, ponto de encontro da comunidade ucraniana na Itália.

Desde o início da guerra, a Igreja assumiu as necessidades daqueles cujas famílias estão longe, unindo-se ainda mais diante da tragédia do conflito.

O prefeito do Dicastério para o Serviço da Caridade, Cardeal Konrad Krajewski, esmoleiro do Papa, agradeceu a todos os motoristas que, com coragem, conseguiram entrar na Ucrânia e chegar ao seu destino.

“Uma missão a ser realizada com prudência e cuidado porque a guerra não acabou, os bombardeios e os combates continuam”, acrescenta Krajewski. “Foi somente quando a expedição terminou que pude dar a notícia sobre isso. Devemos continuar a nos engajar e rezar pela martirizada Ucrânia”, complementou.

Nesta quarta-feira, ao final da Audiência Geral, na Praça São Pedro, no Vaticano, o Papa Francisco pediu: “Perseveremos na oração e na proximidade à martirizada Ucrânia”.

As palavras do Santo Padre são uma expressão de sua constante atenção ao país, que está em guerra há mais de um ano. Uma atenção que muitas vezes se traduziu em apelos pela paz e ajuda concreta.

Fonte: Site Canção Nova

Veja Também