Ação Missionária Vicentina pede doações para pessoas em situação de rua

0

Em período de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), todos são incentivados a permanecer em casa e intensificar os cuidados com a higiene pessoal. No entanto, são muitas as pessoas em situação de rua que não têm um lugar para chamar de seu e, muito menos, a possibilidade de sequer lavar as mãos.

Nesta terça-feira (31), em sua conta no Twitter, o Papa Francisco chamou a atenção para este cenário. “#RezemosJuntos por aqueles que não têm uma moradia fixa neste momento em que são pedidos para ficar em casa, para que a sociedade os ajude e a Igreja os acolha.” A Campanha da Fraternidade 2020 também aponta para a caridade, trazendo o tema “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34).

Com comércio fechado, pouco movimento nas ruas e instituições que pararam de funcionar, as condições desses irmãos tendem a piorar. Pensando nisso, a Ação Missionária Vicentina não pausou suas atividades e segue acontecendo às terças, quartas e quintas-feiras, em Juiz de Fora. Os voluntários distribuem entre 100 e 150 marmitex por dia, além de itens de higiene pessoal, roupas e cobertores.

Para continuar atendendo às pessoas em sitação de rua, essa Obra de Misericórdia precisa de doações. Os interessados em ajudar podem entregar suas ofertas no Conselho Central Santo Antônio (antigo Dormitório São Vicente de Paulo), de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h. O endereço é Avenida Brasil, n° 2.500 – Bairro Vitorino Braga.

A Fundação Maria Mãe, que auxilia esses irmãos pela manhã, oferecendo café, banho e atendimento psicossocial, também depende da generosidade dos cidadãos. Clique aqui e confira como ajudar.

Conteúdo Relacionado
X