Aberta a 58ª Assembleia Geral da CNBB

0

A partir desta segunda-feira, dia 12 de abril,  o Episcopado Brasileiro participa da 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Este encontro é sinal e instrumento de colegialidade, do afeto episcopal e da busca de comunhão entre as Igrejas particulares do país, especialmente no âmbito da ação evangelizadora.

Pela primeira vez, o encontro está sendo realizado de forma on-line em razão da pandemia. O tema geral deste encontro é “Casas da Palavra – Animação bíblica da vida e da pastoral nas comunidades eclesiais missionárias”. Hoje pela manhã os trabalhos foram iniciados com a Santa Missa, que vai ser realizada diariamente, sempre às 7h.

Participando do encontro, que segue até sexta-feira (16), o Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, destacou o ineditismo do formato virtual, que foi pensado devido aos problemas causados pela pandemia de Covid-19, e apontou a expectativa de que a Assembleia Geral corresponda à necessidade pastoral da Igreja no Brasil. “ O ano passado era para realizarmos a Assembleia presencial, estava convocada para abril, foi transportada para agosto, mas nem em uma ocasião, nem na outra, foi possível realiza-la. Neste ano será neste formato e a expectativa é que ela corresponda, ao menos em parte, àquilo que é a necessidade pastoral da Igreja no Brasil. Sempre é algo muito importante para a vivência da Igreja em todo país.”

Os bispos aprofundarão ainda cerca de outros 30 assuntos, entre os quais a análise de conjuntura; o Ano Vocacional previsto para 2023; os anos temáticos de São José e Família Amoris Laetitia, convocados pelo Papa Francisco; o Colégio Pio Brasileiro, as Comissões, organismos e Regionais; a criação do Regional Leste 3, as Edições CNBB, o Fundo Nacional de Solidariedade e a pandemia do novo coronavírus.

Ainda em entrevista, Dom Gil comentou sobre os trabalhos que serão realizados a partir deste encontro entre os bispos, mesmo que de forma on-line, seguindo o Pilar da Palavra. “O tema central é muito bonito é o pilar da palavra, baseado nas diretrizes gerais da CNBB, aprovadas três anos atrás. A caridade, a missão, a palavra e o pão são os quatro pilares dessas diretrizes que estão em funcionamento até o ano que vem”. Ele concluiu pedindo a benção de Deus para todos os bispos do Brasil e para a coordenação da CNBB nessa assembleia geral do ano de 2021.

Atualmente, Igreja Católica no Brasil conta com 278 circunscrições eclesiásticas, totalizando 475 bispos, dos quais 309 exercem alguma missão e função de governo, além dos 166 bispos eméritos. Toda esta força religiosa se fará presente nesta 58ª Assembleia Geral — mesmo os bispos eméritos, que não possuem direito a voto direto, terão sua presença garantida.

Toda a programação pode ser acompanhada pelas redes sociais da CNBB, no Facebook, e pelo YouTube. A celebração diária das 7h, que será transmitida, direto da capela Nossa Senhora Aparecida na sede da CNBB, em Brasília, pode ser acompanhada pelas principais TVs Católicas do país.

Abertura oficial

O Arcebispo de Belo Horizonte (MG) e Presidente da CNBB, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, abriu oficialmente o encontro às 8h, no horário de Brasília. “Este caminho é de grande importância, é o ponto alto do coração do serviço eclesial prestado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Somos desafiados a abrir o coração e a vivenciarmos esse caminho sob as luzes de Cristo ressuscitado, guiados e movidos pela ação do seu Espírito Santo”, motivou ele.

Durante a abertura da Assembleia, Dom Walmor reforçou a comunhão e a “irrestrita fidelidade” do episcopado brasileiro ao Papa Francisco; saudou os participantes, entre bispos, administradores diocesanos, assessores, secretários executivos de regionais, representantes dos Organismos do Povo de Deus; falou sobre o contexto e propósito do encontro e da tarefa educativa da Igreja, reconhecendo humildemente a condição também de aprendizes. O presidente da CNBB também recordou o Santuário Nacional de Aparecida, que acolhe as assembleias da CNBB há alguns anos, e homenageou os pobres, os mortos, os enlutados. Os bispos dedicaram a abertura da Assembleia também para rezarem as Laudes e invocarem o Espírito Santo com o “Veni, Creator”.

Confira mais informações da Igreja Brasil.

Fonte: Site da Rádio Catedral de JF
*Com informações do Site da CNBB

Conteúdo Relacionado
X