A Cúria da Arquidiocese de Juiz de Fora: Centro Arquidiocesano de Pastoral

0

Nossa série de reportagens sobre a Cúria Metropolitana continua. Agora avançamos para o 3º andar, onde encontramos o Centro Arquidiocesano de Pastoral João Paulo II, o coração das pastorais, movimentos, associações e grupos de serviços.

O Centro Arquidiocesano de Pastoral João Paulo II foi inaugurado em 29 de agosto de 2006 pelo então Arcebispo Metropolitano, Dom Eurico dos Santos Veloso, e funcionava em uma casa no Bairro Granbery. Em 2013, o arcebispo Dom Gil Antônio Moreira ampliou‐o e o transferiu para o Centro Arquidiocesano Administrativo‐Pastoral Edifício ‘Christus Lumen Gentium‘ – Colina da Fé, dentro do prédio da Mitra.

Pe. Everaldo na Reunião do Conselho Arquidiocesano de Pastoral, em Junho deste ano

Há quase 12 anos trabalhando no local, Ana Maria Roberto é secretária do Centro Pastoral. Ela contou um pouco de seu trabalho. “Desde o início eu sabia que algo que eu deveria fazer era acolher. É uma das coisas primordiais pra mim, além de assessorar, seja as pastorais, seja ao padre Everaldo (José Sales Borges), que é o secretário executivo, o arcebispo e as autoridades da Igreja.”

A função primeira é ser apoio para o desenvolvimento dos trabalhos que pastorais, movimentos, associações e grupos de serviços realizam. O local objetiva concentrar esses grupos e disponibiliza para eles: infraestrutura (café, telefone, salas), acolhimento (zela pela pastoral de conjunto), assessoria (pedidos de ofícios, documentos, xerox, ajuda com divulgação) e até encaminhamento de ajuda financeira (como os serviços são voluntários a arquidiocese colabora nessa questão).

Segundo Ana Maria, no início era mais simples, seu trabalho era secretaria mesmo. “Hoje o trabalho foi ampliado, ajudo na organização de eventos; sou secretária dos Vigários Episcopais, ajudo com documentos; em parceria com a assessoria de comunicação da arquidiocese, divulgo os trabalhos deles; estou nas reuniões; faço pautas/ atas; tenho que estar a par de tudo para prestar contas do andamento dos trabalhos para o padre Everaldo”, explica ela.

No andar existem 22 salas que são ocupadas por diversas pastorais. Elas realizam seus atendimentos, reuniões e demais atividades. Porém qualquer movimento ou pastoral pode solicitar este espaço.

Documentos e divulgações disponíveis na sala da secretaria

O compromisso do Centro Pastoral é de acompanhar o desenvolvimento das pastorais, movimentos, e demais grupos, para que caminhem juntos, e assim estejam em unidade com a Igreja.  “(Devemos) Ajudar no pertencimento, para missão da evangelização e a promoção humana – o cuidado com o outro”, pontua Ana Maria.

Normalmente a demanda que os leigos trazem é na busca de instruções básicas, por exemplo, como fazer parte de uma pastoral, como divulgar o serviço da minha pastoral. Em geral, o Centro Pastoral funciona como uma central de informações. Seu expediente na Cúria é, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e de 13h às 17h.

Contato:
Tel.: (32) 3229‐5450 / (32) 3229‐5466
E-mails: [email protected]/ [email protected]

Conteúdo Relacionado
X