1ª Sessão Sinodal acontece no Edifício ‘Christus Lumen Gentium’ neste sábado (8)

0

Neste sábado, 8 de fevereiro, centenas de padres, diáconos, religiosos (as) e leigos (as) são esperados para a primeira Sessão Sinodal do II Sínodo Arquidiocesano. O evento reunirá representantes de todas as paróquias, dos vicariatos, das novas comunidades, da Pastoral Juvenil, do Conselho Missionário Diocesano (Comidi), do Seminário Santo Antônio e da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB).

A sessão acontecerá no Edifício Christus Lumen Gentium (prédio da Cúria Metropolitana), das 8h às 17h. As atividades do dia serão abertas com a bênção de inauguração da nova portaria do terreno que abriga o prédio e o Seminário. Dali, os presentes sairão em caminhada orante até o Auditório Mater Ecclesiae, onde a programação se desenrolará.

Durante o dia, haverá palestras, testemunhos e orientações da Comissão Ampliada do Sínodo para os delegados sinodais, que ainda receberão o cronograma dos trabalhos e as cruzes que os identificarão. Um dos momentos de formação será conduzido pelo Arcebispo Emérito de Sorocaba (SP), Dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues, que contribuirá com “Um olhar sobre a Realidade Urbana e seus desafios Pastorais – A Igreja de Juiz de Fora diante da urbanização”.

*Dom Gil com os paramentos e báculo sinodais.

“Todos os padres e todos os delegados sinodais, sejam os de Juiz de Fora sejam os das paróquias do interior, estão convocados e devem comparecer. É um momento muito importante para nossa Igreja. Peço, amavelmente, a presença de todos durante todo o dia. Caminhemos todos juntos, bem unidos como irmãos! Dizer sinodalidade é dizer fraternidade e comunhão, conhecer as direções que o Espírito nos dá!”, convocou o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira.

As demais sessões sinodais do ano, a partir do mês de março, serão apenas para as paróquias do município Juiz de Fora, onde será realizada a primeira fase do II Sínodo Arquidiocesano. O Edifício Christus Lumen Gentium fica na Avenida Barão do Rio Branco, 4516 – Alto dos Passos.

II Sínodo Arquidiocesano

De 13 de dezembro de 2009 a 13 de junho de 2011, a Arquidiocese de Juiz de Fora realizou o seu I Sínodo Arquidiocesano, instrumento para refletir sobre o que de bom havia sido construído até ali e o que faltaria construir. O tema escolhido foi “Arquidiocese de Juiz de Fora: uma Igreja sempre em Missão” e o lema, “Fazei discípulos meus” (Mt 28,19).

*Documento lançado após o I Sínodo Arquidiocesano

O Sínodo foi concluído com a promulgação do Documento Sinodal, que contemplou os horizontes: Família e Vida, Comunidade de Fé, Amadurecimento e Fortalecimento da Fé e Serviço aos Pobres. O lançamento se deu no dia 13 de junho de 2011.

Em 2013, 2015 e 2017 a Arquidiocese de Juiz de Fora realizou revisões sinodais, com o objetivo de reconhecer as falhas na implementação das ações indicadas pelo Documento Sinodal e programar as atividades dos anos seguintes. Essas reavaliações culminaram na preparação para o II Sínodo Arquidiocesano, iniciada no primeiro semestre de 2018.

Desde então, a comissão preparatória – constituída de religiosos e leigos – distribuiu e recolheu questionários nas paróquias de Juiz de Fora, cidade onde o II Sínodo se concentrará no primeiro momento. As questões também foram respondidas pelas congregações religiosas e os vicariatos, com suas pastorais, associações, grupos de serviço e movimentos. O lema que regerá as atividades sinodais será “Proclamai o Evangelho pelas ruas e sobre os telhados” (Mt 10,27). Já o tema do I Sínodo será mantido: “Arquidiocese de Juiz de Fora, uma Igreja sempre em missão”.

O principal assunto abordado durante o II Sínodo será a evangelização da cidade, proposta que vai em direção às Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil para o próximo quadriênio (2019 a 2023). Sua abertura litúrgica ocorreu no dia 27 de outubro de 2019, enquanto a cerimônia de início dos trabalhos práticos foi realizada em 7 de dezembro.

Conteúdo Relacionado
X