Três diáconos transitórios são ordenados na Arquidiocese de Juiz de Fora

0

Neste domingo, 29 de outubro, três seminaristas da Arquidiocese de Juiz de Fora darão um passo importante em sua caminhada vocacional. Felipe de Castro Costa, Fernando Augusto Martins da Silva e Samuel Carlos Moreira serão ordenados diáconos transitórios em Santa Missa Solene a ser realizada na Igreja Nossa Senhora da Glória, em Juiz de Fora, a partir das 15h.

O arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, presidirá a celebração, que ainda contará com a participação de padres, diáconos e outros seminaristas da Igreja Particular de Juiz de Fora. O reitor do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio, Padre Roberto José da Silva, também estará presente.

Depois de oito anos de Seminário, onde cursaram Filosofia e Teologia, a preparação dos aspirantes ao sacerdócio foi completada no último fim de semana, quando participaram de retiro no Mosteiro da Santa Cruz. Padre Geraldo Dondici Vieira, ex-reitor do Seminário Maior, foi o pregador do encontro, que também teve o apoio das irmãs beneditinas e a presença de Dom Gil.

Além da vocação sacerdotal, a ansiedade pela iminência do dia da ordenação e a forte presença da família no caminho percorrido até aqui aproximam ainda mais Felipe, Fernando e Samuel. Para todos eles, foi no ambiente familiar onde puderam aprender a ser cristãos e vivenciar a primeira experiência de Deus.

Felipe de Castro Costa, 25 anos, nascido e criado em Ewbank da Câmara (MG), afirma saber que o caminho não é fácil, mas que se torna gratificante. “Depois da semente lançada dentro do seio de minha família e de oito anos de caminhada na vida seminarística, agora através da oração, da reflexão e da contemplação me preparo para o recebimento do Sacramento da Ordem no ministério diaconal. Por este ministério nos tornamos melhores servidores de Jesus Cristo e de sua Igreja, que é o povo de Deus”.

Já Fernando Augusto Martins da Silva, 27 anos e oriundo da Paróquia São Sebastião, de Santos Dumont (MG), contou que rejeitava a possibilidade de se tornar padre e que descobriu sua vocação por uma sucessão de fatos durante a sua adolescência. Hoje, demonstra a alegria de estar prestes a receber o Primeiro Grau do Sacramento da Ordem. “Sabendo que a diaconia significa serviço, desejo me entregar cada dia mais ao Reino de Deus, servindo-O na pessoa dos irmãos e das irmãs. E, conforme o exemplo de São João Batista, que a minha alegria seja anunciar sempre o Cristo”.

O mais velho dos três seminaristas, Samuel Carlos Moreira, de 34 anos, nasceu em Lima Duarte (MG), mas também se refere com muito carinho à cidade de Aracitaba, onde viveu por 15 anos. Sua vocação surgiu ainda quando criança, mas amadureceu na fase adulta, inclusive no tempo em que ficou fora do Seminário. Chegou a trabalhar como professor substituto e secretário de uma escola em Simão Pereira, mas quando foi convidado a voltar ao Seminário Santo Antônio, não pensou duas vezes. “Sei como cresci, amadureci e hoje me sinto apto para receber o Ministério que a Igreja me confia. Tenho consciência de minhas limitações e fraquezas, mas confio inteiramente na misericórdia Divina que nunca me desamparou”.

Após a Ordenação Diaconal, os seminaristas continuarão a trabalhar nas paróquias em que hoje realizam seu estágio pastoral. Felipe permanecerá na Paróquia Nossa Senhora das Dores, em Lima Duarte, enquanto Fernando segue servindo à Paróquia Bom Pastor e Samuel, à Paróquia São Pedro. Durante aproximadamente seis meses, eles desempenharão as atividades de diáconos e, concomitantemente, se prepararão para receber o Segundo Grau do Sacramento da Ordem: o presbiterado.

A Igreja Nossa Senhora da Glória, que sediará a ordenação deste domingo (29), fica na Avenida dos Andradas, 855 – Morro da Glória.

Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Conteúdo Relacionado
X