Pastoral da Criança celebra 35 anos de atuação em Minas Gerais

0

No último domingo, dia 29 de setembro, em Belo Horizonte (MG), a Pastoral da Criança, que é um organismo de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), comemorou seus 35 anos de missão em Minas Gerais reunindo lideranças das sete arquidioceses e 21 dioceses do Estado.

Marcaram presença no evento a coordenadora nacional, Irmã Veneranda da Silva Alencar, o presidente do Regional Leste 2 e bispo de Divinópolis (MG), Dom José Carlos Souza Campos, o assessor espiritual da pastoral no Regional, Padre José Edilson da Silva, e a coordenadora estadual, Maria do Rosário Senra de Almeida Gomes. Dos cerca de três mil participantes presentes no encontro celebrativo, representaram a Arquidiocese de Juiz de Fora 146 lideranças, entre elas, o coordenador arquidiocesano da Pastoral da Criança, Sérgio Bastos.

De acordo com a coordenadora estadual, Maria do Rosário, a sua missão é “acompanhar gestantes e crianças de 0 a 6 anos, orientando as famílias para que seus filhos cresçam saudáveis”. Ela ainda afirmou que “o desafio em Minas Gerais é acompanhar todas as crianças”.

Durante o evento, ao olhar para os rostos das pessoas, oriundas de todos os cantos de Minas Gerais, uma marca era comum: a emoção. Os líderes mostravam, sem exceção, amor pelo seu trabalho. E é devido a esta dedicação e esforço que a Pastoral da Criança em Minas Gerais recebeu o certificado de primeiro lugar no país, como o estado com o maior número de agentes acompanhando as crianças de 0 a 6 anos de idade.

O coordenador arquidiocesano da Pastoral, Sérgio Bastos, se disse muito feliz em fazer parte dos 291 líderes que se dedicam voluntariamente no estado, ajudando de alguma forma a promover o desenvolvimento integral dos pequenos. Na Arquidiocese de Juiz de Fora, atualmente são 2.070 crianças acompanhadas. “Sabemos que ainda existe muito trabalho a ser realizado no acompanhamento de nossas crianças, mas a fé e o amor de nossas lideranças representam uma seta de esperança que voa em direção ao projeto de salvação e vida em abundância deixado por nosso Senhor Jesus Cristo”, declarou.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) há, no Estado de Minas Gerais, 815.207 (53,2%) de crianças de 0 a 06 anos em condição de pobreza. Dessas, 90.444 são acompanhadas pela Pastoral da Criança.

*Colaboração: Ana Maria Roberto

Conteúdo Relacionado
X