Padres Luiz Eduardo e Elílio de Faria tomam posse em Benfica

0

Na noite do último domingo, dia 11 de agosto, os padres Luiz Eduardo Ávila e Elílio de Faria Matos Júnior tomaram posse, como administrador e vigário paroquial, respectivamente, na Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição, em Benfica. A celebração de posse foi presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada por vários sacerdotes da Arquidiocese. A solenidade contou, ainda, com a presença da família dos padres.

Padre Luiz Eduardo recebendo as chaves da paróquia

Diante dos fiéis, os padres Luiz Eduardo e Elílio renovaram as promessas sacerdotais, fizeram a profissão de fé pública e o juramento de fidelidade, cumprindo o rito de posse. Em seguida, o Padre Luiz Eduardo recebeu as chaves da igreja e do sacrário, a Bíblia Sagrada e a estola roxa, usada nas confissões; símbolos que marcam o trabalho pastoral dos padres nas paróquias e comunidades.

Em entrevista, o arcebispo explicou os motivos das alterações, “essa mudança por necessidade pastoral, representa também um momento novo, cada um começa agora um novo trabalho, com mais entusiasmo, para servir ao povo de Deus nessa nossa arquidiocese. Essas mudanças, também fazem parte, de alguma forma, da preparação do sínodo que pretende fazer uma revisão da vida arquidiocesana”.

Os padres empossados estiveram bastante satisfeitos. Padre Luiz Eduardo falou de sua disponibilidade aos caminhos indicados por Deus, “minha felicidade se faz em qualquer lugar em que estiver. Então, venho cheio de amor, esperança fé e alegria, animado a continuar esse ministério nessa paróquia abençoada”.

Padre Elílio sendo cumprimentado por Dom Gil

O padre Elílio contou suas expectativas para esta nova missão. “É uma paróquia antiga, uma messe que muitos já semearam, já colheram e nós vamos dar continuidade ao trabalho junto com o povo de Deus. Caminhar junto com o povo de Deus, sempre seguindo as pegadas de Jesus. Esse é o nosso propósito, na escuta da palavra, na administração, nos sacramentos e no serviço da caridade”, afirmou ele, em entrevista.

A missa foi marcada também por ser o dia dos Pais. Já nas intenções foram entregues a Deus a vida dos homens chamados a paternidade, em especial os pais dos padres presentes. Dom Gil cumprimentou a todos e na homilia falou bastante sobre o tema.

“Jesus quando pregou a palavra ensinou-nos a chamar a Deus de Pai. Quando ele vai nos ensinar a rezar, ele usa uma palavra que é traduzida como Paizinho, uma palavra fraterna”, pontua Dom Gil. Ele chama a atenção também para as referências a paternidade que existem nas leituras, sobre aprender com o pai, sobre Abraão, sobre a missão do pai de dar a vida espiritual também.

Os sucessores dos Padres José Anchieta e Luiz Carlos Vitorio, foram acolhidos com uma mensagem preparada por seus paroquianos, onde eles se colocaram a serviço, oferecendo carinho, amizade e disponibilidade.Na sequência o pároco recém-empossado, agradeceu a Deus pela missão e colocou-se disponível.

Ao final da celebração, ocorreu uma homenagem a Nossa Senhora com os Arautos do Evangelho. Em que a coroação à imagem de Fátima foi feita pela mãe do padre Luiz Eduardo, Dona Geralda.

Conteúdo Relacionado
X