Padre Maurício Jardim tem mandato renovado para a direção nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM)

Padre Maurício da Silva Jardim com a comunicação da renovação de seu mandato. Foto: POM
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

A Congregação para a Evangelização dos Povos, dicastério da Cúria Romana, reconfirmou Padre Maurício da Silva Jardim, 51 anos, do clero da Arquidiocese de Porto Alegre (RS), como diretor das Pontifícias Obras Missionárias (POM) no Brasil, para os próximos cinco anos (2021-2026).

O processo de escolha para o diretor das POM segue algumas etapas. A Congregação para a Evangelização dos Povos e o presidente internacional das POM em Roma solicita à presidência da CNBB, através da nunciatura apostólica, uma terna com nomes e currículos dos possíveis candidatos(as). Depois do envio da lista tríplice, a Congregação envia o Decreto de nomeação à nunciatura, que transmite à presidência da CNBB e à autoridade responsável do candidato. “Recebi a comunicação na última sexta-feira, dia 26, através de Dom Jaime Spengler, Arcebispo de Porto Alegre, e do presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB, Dom Odelir José Magri”, contou Pare Maurício.

Em entrevista, Pe. Maurício falou sobre as expectativas para os próximos 5 anos e também as experiências que marcaram sua caminhada até este momento.

Ele relatou que cinco anos atrás, quando dava seu sim para a direção das POM, não imaginava a dimensão deste serviço nacional. Hoje mais consciente e realista, destacou três desafios para os próximos anos: tornar às POM mais conhecida, realizar a renovação das POM e fortalecer o caminho sinodal, através da implementação de programas

Confira a entrevista completa:

Fonte: Site da CNBB

Veja Também