Oitava de Natal, tempo especial de graças

0

Entre os dias 25 de dezembro e 1º de janeiro a Igreja celebra a Oitava do Natal, ou seja, oito dias em que se vive a exultação da Festa do Nascimento de Jesus. É um período estendido de festejo, mais tempo para receber do céu graças e alegrias.

Segundo a tradição, a Oitava remete para o dia chamado ‘sem ocaso’, o dia sem fim. As semanas são marcadas por sete dias, e o oitavo seria o dia da eternidade, da plenitude. Além disso, nas Sagradas Escrituras, “sete” é número da perfeição, portanto, é como se a Igreja dissesse que tal período é mais que perfeito, é “7+1”.

Durante estes dias, faz-se memória de figuras importantes, como Santo Estevão (26 de dezembro), o primeiro mártir; São João Apóstolo e Evangelista (27 de dezembro); Santos Inocentes Mártires (28 de dezembro); e a Sagrada Família (Domingo durante a Oitava de Natal); finalizando com a Solenidade de Maria, Mãe de Deus (1º de janeiro).

Portanto, é época propícia de pedir com fé, de crer, conhecer e reconhecer a grandeza de Deus. Para, assim, se beneficiar dessas graças abundantes e especiais.

*Com informações de A12 e CNBB Regional Sul 1

Conteúdo Relacionado
X