O pesar do Papa: Elizabeth, um exemplo de devoção ao dever

*Reprodução / Vatican Media
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Papa Fracisco enviou um telegrama à Família Real do Reino Unido assim que soube da morte da Rainha Elizabeth II, ocorrido nesta quinta-feira (8). O Santo Padre se encontrou com a Rainha inglesa em algumas ocasiões ao longo de seu pontificado, sendo a última em 2014, no Vaticano, por ocasião do 100º aniversário do restabelecimento das relações entre o Reino Unido e a Santa Sé.

“Profundamente entristecido com a notícia da morte de Sua Majestade, a Rainha Elizabeth II, estendo minhas sinceras condolências a Sua Majestade, aos membros da Família Real, ao povo do Reino Unido e à Commonwealth.” É o que escreveu o Papa Francisco num telegrama enviado a Carlos III, o novo rei da Inglaterra.

“Uno-me a todos aqueles que choram por ela, rezando pelo descanso eterno da falecida Rainha e prestando homenagem à sua vida de serviço incansável ao bem da Nação e da Commonwealth, ao seu exemplo de devoção ao dever, ao seu firme testemunho de fé em Jesus Cristo e à sua firme esperança em suas promessas”, prossegue o Papa.

“Confiando sua nobre alma à bondade misericordiosa de nosso Pai Celestial, asseguro a Vossa Majestade minhas orações para que Deus Todo-Poderoso o sustente com sua graça inabalável, enquanto assume agora as altas responsabilidades como Rei. Sobre o senhor e sobre todos aqueles que guardam a memória de sua falecida mãe, invoco a abundância das bênçãos divinas como penhor de conforto e força no Senhor”, conclui Francisco.

O mundo em oração pela Rainha Elizabeth

Nesta quinta-feira, 8 de setembro, o Palácio de Buckingham emitiu um comunicado anunciando o falecimento de Elizabeth II, Rainha da Inglaterra, aos 96 anos de idade. Ainda nesta manhã o Palácio já havia emitido um comunicado sobre o estado de saúde da monarca. A informação preocupou familiares, amigos, lideranças de países e lideranças religiosas.

“Após uma avaliação mais aprofundada, os médicos da rainha estão preocupados com a saúde de Sua Majestade e recomendaram que ela permaneça sob supervisão médica. A rainha continua confortável e em Balmoral”, dizia um trecho do comunicado.

Após receber informações sobre o estado de saúde da monarca, os familiares foram ao encontro dela que estava em sua propriedade nas Terras Altas da Escócia, onde passa grande parte do verão. Ao seu lado já encontravam os quatro filhos, o príncipe Charles, com a esposa Camila, Andrew, Anne e Edward, e ainda o neto William com a mulher Catherine. O príncipe Harry e a mulher, Meghan Markle, foram os últimos a chegar no local.

Mensagem do Papa por seus 70 anos de reinado

Neste ano, Elizabeth II completou 70 anos de reinado, com quatro dias de comemorações. A monarca foi rainha da Grã-Bretanha e mais uma dúzia de países, incluindo Canadá, Austrália e Nova Zelândia.

Papa Francisco parabenizou a Rainha pelas sete décadas ocupando o trono e ainda afirmou que ela estaria em suas orações. “Para que Deus Todo-Poderoso conceda à senhora, aos membros da família real e a todo o povo da nação, bênçãos de unidade, prosperidade e de paz”.

Em março, Francisco também enviou felicitações à Rainha e destacou seu serviço perseverante e constante, “ao bem da nação, ao progresso de seu povo e à preservação de sua ilustre herança espiritual, cultural e política” e concluiu dizendo: “Que esta árvore, que na Bíblia simboliza o florescimento da fortaleza, da justiça e da prosperidade, seja um penhor de abundantes bênçãos divinas sobre seu reino”.

*Fontes: Sites do Vatican News, Canção Nova e A12.com

Veja Também