No Angelus, Papa renova sua proximidade a Petrópolis

*Tânia Rêgo - Agência Brasil
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Nesse domingo (20), depois da oração do Angelus, o Papa Francisco manifestou mais uma vez sua proximidade às populações atingidas pelas calamidades naturais: do Brasil, em Petrópolis, e de Madagascar. Estas foram suas palavras:

“Exprimo minha proximidade às populações atingidas por desastres naturais nos últimos dias. Estou pensando especialmente no sudeste de Madagascar, flagelado por uma série de ciclones, e na área de Petrópolis no Brasil, devastada por enchentes e deslizamentos de terra. Que o Senhor receba os mortos em sua paz, conforte suas famílias e apoie aqueles que os estão ajudando.”

Em seguida o Santo Padre recordou a comemoração do Dia dos Profissionais da Saúde, agradecendo a todos e recordando que seu heroísmo permanece todos os dias, não apenas no período da Covid. “Devemos lembrar de tantos médicos, enfermeiros e enfermeiras, voluntários, que ficam ao lado dos doentes, os tratam, os fazem sentir-se melhor, os ajudam. […] Ninguém se salva sozinho. E na doença, precisamos de alguém que nos salve e nos ajude. […] Os heroicos profissionais da  saúde mostraram este heroísmo no tempo da Covid, mas o heroísmo permanece todos os dias. Aos nossos médicos, enfermeiras, enfermeiros, voluntários um aplauso e um grande obrigado!”

*Fonte: Site do Vatican News

Veja Também