Na abertura do triênio preparatório para o Centenário da Diocese, seminaristas são ordenados diáconos transitórios

0

Na tarde desse domingo, 31 de janeiro, os jovens Alex Francisco da Silva e Ronny Moreira de Oliveira deram mais um passo rumo à consagração definitiva. Durante cerimônia realizada na Catedral de Juiz de Fora, os seminaristas foram ordenados Diáconos Transitórios pela imposição das mãos do Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira. A Eucaristia, concelebrada por dezenas de padres de nossa Igreja Particular, marcou ainda a abertura do Triênio Preparatório para o Centenário da Diocese de Juiz de Fora.

“No dia 1º de fevereiro de 2024 queremos celebrar uma grande festa. Se Deus quiser a pandemia já terá terminado e nós poderemos reunir, assim, o povo em multidão para esta celebração”, contou Dom Gil, que também apontou a escolha de um patrono para cada ano: em 2021, será São José; em 2022, Santo Antônio; e em 2023, Nossa Senhora. “Os três têm o Menino Jesus nos braços, para dizer que quem nos guia mesmo é Jesus. Eles são para nós exemplos de acolhimento da palavra e da pessoa de Jesus Cristo”, afirmou o Arcebispo.

As comemorações estarão inseridas na celebração do 2º Sínodo Arquidiocesano, que, por sua vez, ganha força nova com a ordenação desse domingo. “Cada pessoa que ordena passa por uma formação muito intensa e demorada. São anos e anos de preparação, seja acadêmica, estudando Teologia, Filosofia e a Doutrina da Igreja, seja espiritual, que é o mais importante. A gente tem confiança tanto no Alex quanto no Ronny, que fizeram uma caminhada maravilhosa. São dois jovens totalmente preparados para a vocação diaconal e a vocação presbiteral”, comentou Dom Gil.

Monsenhor Luiz Carlos de Paula, Reitor do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio, revelou sua alegria e satisfação com a conquista dos jovens. “É uma caminhada longa e bonita, que é feita nas várias dimensões da formação, para chegar a este momento. Nós agradecemos pelo dom da vida, pelo sim que eles deram a Deus, pelo caminho bonito que eles fizeram e, agora, com a ordenação, são diáconos, servos de Deus. Vão servir à Igreja ajudando na Palavra, liturgia e caridade.”

O Formador da Comunidade de Teologia, Padre José Domício Ferreira da Silva, acompanhou a trajetória dos dois diáconos transitórios nos últimos dois anos e destacou as qualidades de ambos. “Ronny e Alex são dois meninos bons, dedicados. Meninos simples, mas marcados pela espiritualidade.” O sacerdote falou ainda dos desafios impostos pela pandemia da Covid-19 na etapa final da formação dos jovens. “Também nas dificuldades, limitações e privações a gente aprende a crescer, e acredito que eles superaram bem, tanto na parte acadêmica, estudando à distância, quanto na parte formativa, mostrando-se obedientes e atentos àquilo que a formação e o Arcebispo iam indicando. Eu vejo que vão somar muito para a vida e a missão da nossa Igreja Particular.”

Para marcar sua Ordenação Diaconal, Alex e Ronny optaram pelo lema “Fazei o que Ele vos disser” (Jo 2,5), frase dita por Nossa Senhora no episódio das Bodas de Caná, quando Jesus realizou o Seu primeiro milagre. “Maria pede que nós façamos a vontade de Deus e este é o nosso desejo. Nós contamos com a oração e a amizade de toda a comunidade arquidiocesana para que a gente possa servir da melhor forma; servir com alegria, com o coração aberto às necessidades da nossa Igreja”, explicou Alex.

Além de apontar para o serviço inerente ao ministério diaconal, a escolha demonstra a devoção mariana presente nos jovens. “O caminho do discipulado se faz gradativamente, com desafios, mas também com muitas vitórias, muitas conquistas, porque a graça de Deus sempre abunda diante de tudo; mesmo nos momentos de desânimo, de tristeza, de medo, é o Senhor que nos sustenta, que nos conduz. E Maria Santíssima sempre esteve muito presente. Tanto eu como o Alex temos uma devoção muito grande e sabemos que em Maria podemos encontrar consolo materno, o afeto que precisamos para não desanimarmos”, refletiu Ronny.

Ao final da Celebração Eucarística, Dom Gil falou do destino dos diáconos transitórios. Enquanto Alex exercerá seu ministério na Paróquia São João Nepomuceno, na cidade de mesmo nome, Ronny trabalhará na Paróquia São Pedro, em Juiz de Fora, auxiliando também no Economato da Arquidiocese.

É possível conferir mais fotos deste momento em nosso Facebook.

Conteúdo Relacionado
X