Movimento Focolares promove evento mundial jovem pela primeira vez no Brasil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Em julho deste ano, acontece pela primeira vez no Brasil, o Genfest, evento organizado pela expressão juvenil Jovens por um Mundo Unido (JPMU), e pelo Movimento dos Focolares, presente em 182 países. Este evento, que está em sua 12ª edição, busca reunir jovens do mundo todo, de diferentes etnias, culturas e religiões, com o intuito de construir um mundo mais unido e fraterno.

Serão 13 dias intensos, de 12 a 24 de julho, em Aparecida/SP, e os participantes vão vivenciar 3 fases com inúmeras atividades. O evento, inédito na América Latina, foi dividido em: ação social, evento central e caminhos comunidades. Com o tema “Juntos para cuidar”, o Genfest quer conectar os jovens ‘entre si’ e incentivá-los a, unidos, assumir o compromisso de cuidar da vida no planeta.

O evento está em consonância com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU). Quatro verbos traduzem os objetivos específicos do festival: ‘Aprender, Conectar, Agir e Celebrar’, os quais estão claramente presentes nas propostas para as suas diferentes fases.

A presidente dos Focolares, Margaret Karram, e o Co-presidente, Jesús Morán estarão no Brasil para as 2ª e 3ª fases do Genfest, na cidade de Aparecida/SP. De acordo com Margaret Karram, “o Genfest será uma oportunidade única para todos, sobretudo, um caminho para podermos anunciar Deus para muitos jovens, além de podermos testemunhar a caridade entre nós”, revelou em uma live recentemente. Karram aproveitou para agradecer os jovens de todo o Brasil, por tudo o que estão fazendo nestes últimos dois anos. “Estou muito feliz em poder ir para o Brasil e viver essa grande experiência. O Genfest não é apenas um festival de jovens, e sim uma experiência de fraternidade e, principalmente, de amor por quem sofre. É uma oportunidade de levar esperança para muitas pessoas”, declarou.

Histórico do Genfest 

A primeira edição do evento foi realizada no ano de 1973, em Loppiano, pequeno vilarejo do Movimento dos Focolares, localizado nos arredores de Florença, na Itália. Desde então foram realizadas várias edições em diversos países, sendo a última no ano de 2018, em Manila, nas Filipinas, a primeira fora do continente europeu. Na conclusão do evento em 2018, o Brasil foi anunciado como o país sede do Genfest 2024 e o tema do evento é “Juntos para Cuidar”.

Geyce Lana, da cidade de Benevides, no Pará, esteve presente na última edição do festival. “Minha experiência foi muito enriquecedora e até hoje aplico no meu dia a dia tudo o que eu vivenciei”, disse emocionada.

Uma família numerosa

O Movimento dos Focolares nasceu em 1943 em Trento, durante a Segunda Guerra Mundial e está presente em 182 países, com cerca de 2 milhões de adeptos e simpatizantes de todas as idades, vocações, religiões, crenças e culturas.

Assim, procura favorecer o diálogo como método, no esforço constante de construir pontes e relações de fraternidade entre indivíduos, povos e as esferas culturais. O movimento dos Focolares está comprometido com um projeto global de construção da fraternidade, que tem, ao mesmo tempo, uma dimensão local.

No Brasil, os focolares estão presentes desde 1959, com atividades espalhadas em todos estados. Dessa forma, contribui para a difusão da cultura da fraternidade universal nos mais diversos âmbitos da sociedade: na política, economia, ecologia, educação, saúde, comunicação, arte e cultura. No Brasil, o movimento conta com 67 centros de difusão e cerca de 82 mil membros presentes em mais de 500 cidades.

*Com informações de Canção Nova, Movimento Focolares e Diocese de Franca

Veja Também