Missas presenciais são retomadas em Juiz de Fora

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na tarde desta sexta-feira, o Arcebispo Metropolitano se pronunciou a respeito do novo decreto da Prefeitura de Juiz de Fora, publicação que oficializa as alterações no funcionamento de diversos setores da cidade. Segundo a prefeitura, a norma vigorará a partir desta sexta mesmo. Ele estabelece como devem ocorrer as celebrações durante esse tempo que o município estiver na onda amarela do Minas Consciente.

No decreto estabelece que igrejas e demais podem realizar celebrações com fiéis, com horário de funcionamento livre, respeitando o limite de até 30% da capacidade do local. Entretanto, ocorreu um equívoco na redação do documento, no momento da inclusão do trecho que limita o quantitativo de pessoas a 30 fiéis. “Houve um engano na digitação do texto da Prefeitura, indicando o limite de 30 pessoas. Porém, o que prevalece é a ocupação de 30% do espaço”, esclareceu Dom Gil.

Distribuição de álcool aos fiéis, momentos antes da comunhão/ Arquivo.

Assim como os apelos do Papa Francisco: “O que cada um de nós e todos nós juntos podemos fazer é de nos comprometer um pouco mais a cuidar uns dos outros e da Criação, a nossa Casa Comum.”, o Arcebispo recordou, ainda na mensagem, a necessidade de manter os cuidados tanto solicitados pelas autoridades e adotados nas igrejas.

Clique aqui e confira a íntegra da mensagem.

Veja Também