Mês missionário: Paróquias da arquidiocese realizam ações concretas

0

O mês missionário caminha para o final, mas os trabalhos continuam. A Campanha Missionária, realizada sempre no mês de outubro, na Igreja de todo o Brasil, mas este ano está sendo celebrada de maneira especial, a fim de sensibilizar de forma ampla toda a Igreja.

Paróquias em toda arquidiocese estão realizando atividades especiais. A Paróquia Nossa Senhora de Fátima, do bairro Nossa Senhora de Fátima, na Cidade Alta, ainda está realizando visitas missionárias, contribuindo Formação e Espiritualidade Missionária. As visitas seguem até esta sexta-feira.

Em Santos Dumont, acontece na paróquia São Joaquim e Sant’Ana uma semana missionária. Serão realizados gestos missionários por suas pastorais e movimentos, visitas ao Lar São Miguel, às famílias, já não frequentam a comunidade, inclusive os que a deixaram por causa da idade, dentre outros.

No dia de ontem (20) foi realizada a Coleta do Dia Mundial das Missões, feita nas celebrações do penúltimo final de semana de outubro. As ofertas arrecadas são integralmente enviadas às Pontifícias Obras Missionárias (POM) que as repassam ao Fundo Universal de Solidariedade para apoiar projetos em todo o mundo.

O padre José Anchieta Moura Lima, comentou sobre a importância deste tema e da coleta, “a missão é incansável, inesgotável, fundamental para a natureza da Igreja. Jesus pede que possamos levar a boa nova a todos os povos. É importante que cada um pense na sua atitude, no seu gesto concreto neste mês e possa expressar seu compromisso com as missões”.

Ele recordou de algumas atividades realizadas este mês, como a vigília da Catedral Metropolitana, realizada no último sábado, e a missão em Santa Rita do Ibitipoca, feita pelos seminaristas do Seminário Santo Antônio na última semana. “Uma experiência muito bonita de missão, onde os seminaristas visitaram toda a paróquia orientados, pelo padre Crispim. Achei muito bonito o gesto da paróquia, em acolher os seminaristas”, comentou o sacerdote.

“Queremos lembrar que cada um pode ter uma atitude missionária concreta, no seu bairro, no seu prédio, na sua comunidade. Quantas pessoas precisam da sua visita? Temos um complexo penitenciário, idosos, hospitais… então é importante que cada um pense em um gesto concreto nesta semana. Além de rezamos pelo encerramento do Sínodo para a Amazônia”, atenta Padre Anchieta, convocando a todos católicos.

*Com informações de Pontifícias Obras Missionárias

Conteúdo Relacionado
X