Mais um passo no diálogo teológico entre as Igrejas Católica e Assíria do Oriente

0

A Comissão mista para o diálogo teológico entre a Igreja Católica e a Igreja Assíria do Oriente realizou sua sessão plenária nos dias 21 e 22 de novembro de 2019 no Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos em Roma, informa uma nota divulgada pelo dicastério vaticano.

A Comissão deu continuidade ao seu trabalho na terceira fase de diálogo, refletindo sobre a natureza e a missão da Igreja e sobre a ação do Espírito Santo na Igreja.

Conforme declarado no comunicado, o objetivo desta fase do diálogo é compreender como receber as respectivas formulações sobre o mistério da Igreja.

Os membros apresentaram documentos sobre imagens da Igreja encontradas nas duas tradições, cada uma das quais desenvolveu uma interpretação complementar do mistério da Igreja, como o Corpo de Cristo, o Pastor e seu rebanho, a Mãe, a Arca da Salvação, a Esposa e o Esposo, a assembleia dos fiéis e o hospital espiritual.

A Comissão é co-presidida por Sua Beatitude Mar Meelis Zaia, Metropolitana da Austrália, da Nova Zelândia e do Líbano, e por S.E. Bispo Johan Bonny, Bispo de Antuérpia.

Os membros da Comissão recordaram com gratidão o vigésimo quinto aniversário de instituição da Comissão mista, em concomitância com a Declaração Cristológica comum assinada pelo Papa João Paulo II e pelo Patriarca católico Mar Dinkha IV, em 11 de novembro de 1994.

A Igreja Assíria do Oriente, de tradição sírio-oriental, tem suas origens na missão da Igreja primitiva na Mesopotâmia. A pátria de onde se originam a maior parte dos fiéis assírios é o atual Iraque, onde fica a Sede Patriarcal mas, devido aos repetidos períodos de perseguição, a maior parte deles emigrou para o Ocidente.

Fonte: Site da Vatican News

Conteúdo Relacionado
X