Igreja em Manaus forma rede de escuta para atingidos pela Covid-19

Voluntários se disponibilizarão a conversar com quem precisa ser ouvido neste tempo de pandemia /Foto: You X Ventures via Unsplash
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Conselho Presbiteral da Arquidiocese de Manaus aprovou a construção de uma Rede de Escuta cujo objetivo é acolher com amor, escutar e orientar com misericórdia e paciência as pessoas atingidas pela Covid-19. Para isso, a Igreja local está convidando voluntários (padres, religiosos e religiosas, leigos) para darem apoio aos que necessitam neste momento de pandemia.

No projeto da rede de escuta, consta que “em toda história da Igreja, a experiência de amizade com o Senhor teve sempre a participação de pessoas de Deus, que com paciência ajudaram outras a discernir sua Vontade”, além de recordar o exemplo da época moderna da vida de Tereza de Calcutá, que nunca esqueceu de confrontar sua vida com o seu diretor espiritual e a vontade do Senhor. “Neste sentindo, também hoje, a Igreja através de seus pastores, religiosos e religiosas, leigos e leigas precisam urgentemente escutar e acompanhar efetivamente as pessoas espiritualmente, principalmente as atingidas pela pandemia do COVID-19”

Das estratégias, pretende-se criar uma rede de “escutadores espirituais”, solidários e plenos de compaixão para escutar, através de ligações telefônicas e das redes sociais, as angústias, sofrimentos, esperanças e sonhos das pessoas atingidas pelo Covid-19; além de realizar convite aos padres, religiosas (os), leigos (as) para que coloquem seu tempo a serviço da escuta espiritual das pessoas neste tempo de pandemia, dando o apoio necessário aos que sofrem as consequências do adoecimento e da fase “pós-covid” e também aos que são afetados espiritual e psicologicamente pelo isolamento social usado para evitar a disseminação do coronavírus.

No início de janeiro, diante do agravamento das condições no estado do Amazonas pela pandemia, o Arcebispo de Manaus (AM), Dom Leonardo Ulrich Steiner, fez um apelo em prol das pessoas que estão sofrendo e Igreja local de mobilizou. O Regional Norte 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por exemplo, foi uma das instituições que esteve coordenando um trabalho de captação de recursos.

Fonte: Site da Canção Nova

Veja Também