Futebol e fé: Padre Tarcísio Monay reflete sobre chances de evangelização durante Copa do Mundo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Desde o dia 20 de novembro, a Copa do Mundo de futebol, realizada no Catar, movimenta as emoções das pessoas em diferentes cantos do planeta. A seleção brasileira já está classificada para as quartas de final e jogará nesta sexta-feira, às 12h.

O que muitas pessoas não sabem é que o evento pode ser uma possibilidade de evangelização. A Rádio Catedral de JF entrevistou o Padre Tarcísio Monay, da Paróquia São Geraldo, no Bairro Teixeiras, sobre como o exemplo de São Paulo nos ensina a relacionar o cotidiano com a vivência da fé.

Quem também se pronunciou sobre a competição foi o Papa Francisco, em mensagem durante a Audiência Geral na semana em que o campeonato mais aguardado no mundo foi iniciado.

Nos caminhos de São Paulo, a Palavra de Deus em todos os lugares

Nas duas últimas Copas, em 2014 no Brasil e em 2018, na França, Padre Tarcísio Monay criou uma tabela de jogos e um álbum de figurinhas diferenciados. Nos dois projetos, o interesse pelo maior evento mundial do futebol se tornou uma plataforma para a divulgação do Evangelho. Segundo ele, o resultado foi bastante positivo. “O caminho que a gente fez duas últimas copas me deu uma felicidade muito grande, porque as pessoas puderam perceber algo um álbum que traz o evangelho para a nossa vida. O álbum da última vez trouxe um campo com muitas palavras gregas da época do helenismo. Trazendo outras formas de levar esse Cristo para a vida das pessoas. Lembrando aquilo que Jesus fazia contava parábolas da vida cotidiana das pessoas”, contou o sacerdote.

Ele reforçou que São Paulo aborda nas cartas elementos do cotidiano da época e que ainda hoje podem ser associados ao esporte no nosso dia a dia. “Paulo nas suas cartas vai estabelecer uma doutrina que, de fato nos ensina o caminho do amor o caminho de Jesus Cristo. Quando ele traz a cultura helênica, o momento em que o povo vivia, trazendo benesses e aquilo que a gente não deve estar vivenciando porque muitas vezes vai contra o evangelho.  Paulo toma posição disso e um dos pontos é esse quando ele fala do combati o bom combate, ele traz elementos da cultura helênica daquela época marcada pelo esporte pelas olimpíadas, e até hoje isso nos marca porque escutamos ele nas nossas celebrações”.

Respeito, união, mobilização: estandartes da fé presentes no futebol

Padre Tarcísio Monay afirmou que o entretenimento através do esporte aborda outros aspectos como respeito às pessoas que vivem em uma cultura diferente. “Nesse caminho podemos perceber o quanto se unem e se colocam em caminhada todo mundo querendo ver, torcer, se alegrar, isso certamente traz um quê de muita saudabilidade e de muita vitalidade para todo o povo nesse momento em que nos vamos estar acompanhando a copa do mundo

Ele reforçou que a mobilização pelo esporte pode abranger outros temas necessários, como a união e a paz no mundo. Afinal de contas, podemos dizer que, assim como os jogadores são chamados por um técnico para a disputa da Copa, os cristãos foram “escalados por Deus” para, mais que “vestir a camisa”, viver o Evangelho.

Mensagem do Papa Francisco para a Copa do Mundo

Apreciador do futebol e torcedor do San Lorenzo, da Argentina, Papa Francisco recordou o campeonato mundial do Catar na Audiência Geral do dia 23 de novembro. Ele enviou saudação a jogadores e torcedores e voltou a incentivar o uso do esporte como instrumento de paz.

“Gostaria de enviar a minha saudação aos jogadores, aos torcedores e aos espectadores que acompanham, de vários continentes, a Copa do Mundo, que está sendo disputada no Catar. Que este importante evento seja uma ocasião de encontro e de harmonia entre as Nações, promovendo a fraternidade e a paz entre os Povos. Oremos pela paz no mundo e pelo fim de todos os conflitos, com um pensamento especial pelos sofrimentos terríveis do querido e martirizado povo ucraniano”, disse o Santo Padre.

*Fonte: Site da Rádio Catedral de JF

Veja Também