Francisco agradece o Evangelho concreto da “Papal Foundation”

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na manhã desta quinta-feira (28) o Papa Francisco recebeu os membros da “Papal Foundation”, a organização de caridade norte-americana dedicada exclusivamente a atender os pedidos do Santo Padre para as necessidades da Igreja.

Francisco iniciou sua saudação afirmando que é uma grande alegria poder encontrar todos pessoalmente depois do período de restrições por causa da Covid-19. E expressou sua “profunda gratidão pelo apoio generoso que vocês deram tanto a mim quanto à Igreja em várias partes do mundo”.

“Ao longo dos anos – continuou o Pontífice – a ‘Papal Foundation’ promoveu o desenvolvimento integral de muitos de nossos irmãos e irmãs em todo o mundo. Em particular, a resposta da sua Fundação aos diversos pedidos de assistência a projetos educacionais, caritativos e eclesiais, lhes permitiu apoiar o compromisso permanente da Igreja em construir uma cultura de solidariedade e de paz”.

Francisco recordou também a ajuda às vítimas da guerra ao afirmar: “Ao mesmo tempo, como estamos testemunhando nestes dias os efeitos devastadores da guerra e de outros conflitos, vocês têm o cuidado de reconhecer a necessidade de prestar cuidados e assistência humanitária às vítimas, refugiados e os que são forçados a deixar a sua pátria em busca de um futuro melhor e mais seguro para si mesmos e para seus entes queridos”.

Com a intenção de agradecer este gesto aos presentes disse:

A sua ação ajuda a levar concretamente o Evangelho do amor, da esperança e da misericórdia a todos os que se beneficiam de sua generosidade e seu compromisso. Por isso, agradeço-lhes e rezo para que se renovem em seu zelo em servir ao Senhor, servindo os últimos de nossos irmãos e irmãs, como o próprio Jesus nos ensinou”.

Por fim Francisco afirmou:

Desde sua criação, a solidariedade com o Sucessor de Pedro tem sido uma característica da ‘Papal Foundation’. É por isso que sei que posso contar com suas orações por mim e por meu ministério, pelas necessidades da Igreja, pela difusão do Evangelho e pela conversão dos corações”.

Fonte: Site Vatican News

Veja Também