Emoção marca primeira Missa “drive-in” da Arquidiocese de Juiz de Fora

0

Na noite do último sábado, 1º de agosto, cerca de mil pessoas tiveram a oportunidade de acompanhar, de dentro de seus carros, a primeira Missa no formato “drive-in” realizada na Arquidiocese de Juiz de Fora. A celebração, sediada no Park Sul, em Matias Barbosa (MG), foi presidida pelo Administrador da Paróquia São José do Bairro Costa Carvalho, Padre Pierre Maurício de Almeida Cantarino.

A Eucaristia marcou o encerramento do Jejum de Daniel, iniciado pela paróquia em meados de julho. E apesar de o número de veículos no local ter sido limitado, a transmissão pelas redes sociais atingiu muito mais pessoas: o número de visualizações no Instagram e YouTube do sacerdote ultrapassou os dez mil.

Segundo Padre Pierre, a iniciativa surgiu a partir da necessidade do povo de Deus, triste por não poder participar de celebrações presenciais há quatro meses. “A Igreja São José tem tido, de maneira muito especial, várias inserções ao vivo durante o dia, tem criado muitas coisas para que estejamos juntos. Mas isso aqui é um alento na vida das pessoas. Estar de novo com o povo, ver tantas pessoas, mesmo nesta maneira nova, é uma alegria muito grande, uma satisfação, é um sinal de que já estamos começando a nos aproximar de novo”.

Os 250 carros presentes foram previamente cadastrados pela Paróquia São José e seus ocupantes tiveram de seguir diversas normas de segurança. Entre elas, o limite de quatro pessoas por veículo e a obrigatoriedade do uso de máscaras. Além disso, a orientação era de que ninguém saísse dos automóveis sem permissão e o devido acompanhamento dos voluntários que trabalharam na ocasião.

A família de Layla Guimarães foi a primeira a se inscrever para participar e também a chegar no Park Sul, cerca de três horas e meia antes de a Missa começar. Segundo a jornalista, que estava acompanhada dos pais e do irmão, o momento coroou o encerramento do jejum que vinham fazendo há 21 dias. “Assistíamos à missa todos os dias pela transmissão no YouTube, então a gente estava muito ansioso para este momento. Foi espetacular essa ideia. A gente tem a nossa Igreja doméstica, a gente reza, celebra, mas estar junto, congregar – que é a questão da missa dominical, estar com a comunidade – é indiscutivelmente a coisa mais importante”.

A emoção não ficou restrita apenas aos que estavam presentes fisicamente na celebração. Foram muitos os comentários positivos, no Facebook da Arquidiocese de Juiz de Fora, daqueles que participaram de suas casas. “Assisti do YouTube, foi emocionante. Noite de muitas bênçãos! Você é iluminado e resgata as pessoas para o Pai”, disse Rosangela Almeida, se referindo a Padre Pierre. O mesmo sentimento foi compartilhado por Jorge Augusto Ottoni Nobre Oliveira. “Uma celebração histórica, momentos de muita espiritualidade e emoção. Parabéns à Arquidiocese e ao Pe. Pierre Maurício. Somos eternamente gratos!”

Ao final da Missa, após a bênção do Santíssimo Sacramento, foi reproduzido um vídeo com a mensagem e bênção do Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira. “Essa aliança é um símbolo daquilo que você tem no coração, que é o amor a Deus. Neste tempo de pandemia, louvar a Deus, sacrificar-se por Ele é muito importante. O jejum que você fez deve ser associado ao sofrimento daqueles que estão com Covid nos hospitais, sofrendo terrivelmente. E é também uma súplica a Deus para que logo passe essa pandemia, para que nós possamos ter um tempo de maior paz. Continue, agora, inspirado por Deus, impulsionado por este Jejum de Daniel, a fazer o bem”, exortou.

Conteúdo Relacionado
X