Em telegrama, Papa Francisco recorda vítimas de tiroteio em Chicago

Foto: Arquivo Vatican Media

O Papa Francisco denunciou os trágicos tiroteios que mataram seis pessoas e feriram 36 outras durante um desfile de 4 de julho no subúrbio de Highland Park, em Chicago, na segunda-feira (4). O Pontífice rejeitou todas as formas de violência e pediu respeito pela vida em todos os seus estágios.

No telegrama, assinado pelo secretário de Estado, cardeal Pietro Parolin, o Papa diz que “ficou profundamente triste ao saber do tiroteio sem sentido ocorrido em Highland Park”. Pediu ainda ao arcebispo de Chicago, cardeal Blase Cupich, que “transmita sua proximidade espiritual a todos os afetados por este ataque”.

O Papa “se une a toda a comunidade em oração para que Deus Todo-Poderoso conceda descanso eterno aos mortos, cura e consolo aos feridos e em luto”. “Com fé inabalável de que a graça de Deus é capaz de converter até os corações mais duros, tornando possível “afastar-se do mal e fazer o bem”, o Papa Francisco reza para que cada membro da sociedade rejeite a violência em todas as suas formas e respeite a vida em todas as suas etapas. Como penhor de força e paz no Senhor, o Santo Padre envia a sua bênção”.

Fonte: Site da Canção Nova

Veja Também