Dom Gil visita Mosteiro da Santa Cruz no Dia de São Bento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

*Texto: Leandro Novaes (Jornal Folha Missionária)

No último sábado, dia 11 de julho, a Igreja celebrou o dia de São Bento. Por esta ocasião e também pelo Ano da Vida Consagrada, instituído pelo Papa Francisco, o Arcebispo de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, celebrou a Santa Missa no Mosteiro de Santa Cruz, no bairro Paineiras. O momento foi concelebrado pelo Padre Éder Luiz Pereira e pelo Frei Flávio Henrique de Castro, pmPN. A celebração teve participação das monjas beneditinas residentes no Mosteiro.

Em sua homilia, o Pastor refletiu sobre a vida de São Bento e a influência de sua vocação. “São Bento teve uma vocação especialíssima na Igreja. Ela marca não só o seu tempo, mas a vida da Igreja inteira”.

Após a celebração, as irmãs receberam os cumprimentos do arcebispo, dos padres e dos fiéis.

Clique aqui e confira as fotos da celebração.

Breve histórico de São Bento

São Bento foi um monge, fundador da Ordem dos Beneditinos, uma das maiores ordens monásticas do mundo. Foi o criador da Regra de São Bento, um dos mais importantes e utilizados regulamentos de vida monástica, inspiração de muitas outras comunidades religiosas. Era irmão gêmeo de Santa Escolástica. Foi designado patrono da Europa pelo Papa Paulo VI em 1964, sendo também patrono da Alemanha. É venerado não apenas por católicos, como também por ortodoxos. Foi o fundador da Abadia do Monte Cassino, na Itália, destruída durante a Segunda Guerra Mundial e posteriormente restaurada. É comemorado no calendário católico a 11 de Julho, data em que suas relíquias foram trasladadas para a Abadia de Saint-Benoît-sur-Loire, na França.

Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Veja Também