Dom Gil preside Santa Missa em comemoração aos sete anos da Comunidade dos Jovens Missionários Continentais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na última sexta-feira, 28 de agosto, uma Missa em ação de graças recordou os sete anos de criação da Comunidade dos Jovens Missionários Continentais (JMC). A Eucaristia foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, que também é um dos fundadores do projeto, foi concelebrada pelo Padre José de Anchieta Moura Lima e contou com a participação de alguns dos seus integrantes.

A Comunidade JMC é fruto da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) do Rio de Janeiro, realizada em 2013, e nasceu do coração de jovens a partir de um pedido de Papa Francisco. “Ele disse ‘ide, sem medo, para servir’, e algo ficou muito forte no coração de todos os jovens que estão aqui. Então, a partir das palavras do Papa, com a ajuda do nosso Arcebispo, a gente teve esse ardor missionário crescendo dentro da gente”, conta o missionário Tiago Batista da Silva.

A Coordenadora do projeto, Ana Maria Roberto, ressalta que os Jovens Missionários Continentais já realizaram mais de 50 missões em dezenas de paróquias, localizadas na Arquidiocese de Juiz de Fora e em outras igrejas particulares, como Rio de Janeiro, Leopoldina (MG) e Óbidos (PA). A missão também foi além-fronteiras, chegando a Portugal e Haiti. “Mais do que nunca, temos que celebrar e agradecer a Deus, neste mundo atual que estamos vivendo, jovens evangelizando e anunciando a Boa Nova”.

Dom Gil revela sua felicidade com os frutos colhidos pelo grupo até aqui. “Eu quero elevar a Deus ações de graças por estes jovens entusiasmados por Jesus Cristo, firmes na fé, que continuam anunciando, sem medo, por todos os lados onde andam”.

*Com informações da WebTV “A Voz Católica”
*Fotos: Wellington Batista

Veja Também