Diocese de Uruguaiana (RS) comunica o falecimento de seu Bispo Emérito, Dom Ângelo Domingos Salvador

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

A diocese de Uruguaiana (RS) comunicou o falecimento, neste 13 de agosto, de seu bispo emérito, dom Ângelo Domingos Salvador, aos 90 anos, no Convento dos Capuchinhos, em Caxias do Sul (RS). A missa de corpo presente e as exéquias aconteceram neste sábado, 13 de agosto, às 16h, na capela da Casa da Saúde São Frei Pio, em Caxias do Sul (RS).

Trajetória eclesial

Nascido no atual Município de Ipê (RS), a 17 de julho de 1932, fez os estudos primários no seminário São José de Veranópolis, de 1945 a 1948. Posteriormente, fez os estudos secundários no seminário São Geraldo em Ijuí, de 1949 a 1952. No ano seguinte iniciou a faculdade de Filosofia no Convento São Boaventura, na cidade de Marau. Em 1955 começou os estudos de Teologia no Convento São Lourenço, em Porto Alegre, tendo finalizado em 1958, mesmo ano que foi ordenado sacerdote, a 22 de março.

Cursou a faculdade de Pedagogia, sendo licenciado também em Orientação Educacional pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da UNIJUÍ. Cursou o mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e também fez especialização em Cultura Brasileira, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Foi professor na faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da UNIJUÍ em Ijuí; na PUC-Rio; na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Foi diretor dos seminaristas teólogos Capuchinhos; Ministro provincial dos Capuchinhos do Rio Grande do Sul; e diretor do Instituto Teológico da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Aos 16 de março de 1981 foi nomeado pelo Papa João Paulo II como bispo auxiliar da arquidiocese de Salvador (BA), com a sede titular de Selia. Foi ordenado bispo no dia 14 de junho de 1981 pelo cardeal Avelar Brandão Vilela. Aos 16 de maio de 1986 foi nomeado bispo prelado de Coxim, no Mato Grosso do Sul. Dom Ângelo foi membro da Comissão Episcopal de Doutrina da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

No dia 17 de julho de 1991 foi nomeado primeiro bispo da diocese de Cachoeira do Sul, cargo que ocupou até o dia 26 de maio de 1999, quando foi designado para ser bispo de Uruguaiana. Teve a sua renúncia aceita ao governo diocesano de Uruguaiana no dia 27 de junho de 2007, por limite de idade.

Fonte: Site da CNBB

Veja Também