Dia 8 de junho: Santo Padre pede um minuto pela paz

Foto: Cathopic

Amanhã, às 13 horas, a Ação Católica Internacional sugere aos fiéis das várias confissões e religiões recolherem-se em oração, dedicando “Um minuto pela paz”. 

Ao saudar os peregrinos de língua italiana ao final da Audiência Geral, o Papa reiterou o convite aos fiéis de todas as confissões religiosas a dedicarem um minuto de oração pela paz, cada um segundo a sua tradição – em particular pela Ucrânia -, quando os ponteiros marcarem 13 horas, horário de cada país:

Acolhamos este convite, rezando pelo fim das guerras no mundo e especialmente pela querida e martirizada Ucrânia.

O convite portanto,  é para rezar ou dedicar um pensamento pela paz. A iniciativa promovida pelo Fórum Internacional da Ação Católica (FIAC) nasceu por ocasião do encontro “Invocação pela paz” desejado pelo Papa Francisco, e que em 8 de junho de 2014 reuniu nos Jardins Vaticanos o presidente israelense Shimon Peres, o presidente de Autoridade Palestina Mahmoud Abbas e o Patriarca ecumênico de Constantinopla Bartolomeu I.

Apressemo-nos a superar os conflitos e as divisões, e a abrir os nossos corações aos mais necessitados. Apressemo-nos a percorrer sendas de paz e fraternidade.

Em seu site, o Fórum da Ação Católica internacional destaca essa passagem da Mensagem Urbi et Orbi da Páscoa deste ano (09.04.2023). Neste 8 de junho de 2023, em particular, se rezará pela Ucrânia, pela Terra Santa, mas também pelo Sudão, Somália, Iêmen, Eritreia, Mianmar e por todo o mundo.

No portal, também são disponibilizados materiais a serem utilizados e compartilhados. No dia 10 de junho, haverá um breve encontro de oração on-line que reunirá pessoas de países em conflito.

Fonte: Site Vatican News

Veja Também