Dezembro Vermelho: Casa João Paulo II garante acolhida e assistência a pessoas com HIV, na Paraíba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Dezembro é o mês de luta pela conscientização e combate ao HIV/AIDS. No Regional Nordeste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB NE2), no entanto, o cuidado com as pessoas que convivem com o vírus acontece o ano todo.

Ao longo deste mês, vamos conhecer algumas iniciativas desenvolvidas pela Igreja, com apoio da Pastoral da AIDS, em favor dos irmãos e das irmãs soropositivas no território do Regional.

Acolhida, tratamento digno, apoio psicológico, capacitação profissional e atividade física. Essa é a rotina das pessoas vivendo com HIV/AIDS que buscam ajuda na Casa de Convivência João Paulo II, localizada nas dependências do Hospital Padre Zé, em João Pessoa. O projeto da Arquidiocese da Paraíba é desenvolvido desde 1996 por meio da Ação Social Arquidiocesana (ASA).

Em toda Paraíba, só nos últimos 10 anos, a Secretaria Estadual de Saúde registrou mais de 8.850 novos casos de HIV/AIDS. O tratamento e acompanhamento médico dessas pessoas é realizado nos Hospitais Clementino Fraga e Lauro Wanderley, na capital.

A Casa de Convivência João Paulo II garante acomodação e assistência aos pacientes vindos de outras cidades durante o período necessário para realização de consultas e exames. Atualmente, são atendidas mais de 250 pessoas oriundas de todo Estado. A coordenadora do espaço, Goretti Rolin, explica que tudo é pensado e dirigido para garantir melhor qualidade de vida a todos os assistidos.

“Aqui oferecemos, por exemplo, o trabalho chamado Grupos Positivos, onde abordamos várias temáticas que alcancem as necessidades da pessoa vivendo com HIV/AIDS, como direitos previdenciários, direitos garantidos, doenças oportunistas e o que mais seja necessário para o empoderamento dessas pessoas. Além disso, entregamos cestas básicas todos os meses e auxiliamos na conquista do vínculo empregatício através de nossas instituições e empresas parceiras”, afirma.

A Casa João Paulo II é equipada com quartos, banheiros, salas de convivência, capela, refeitório e espaços onde são oferecidas as mais variadas atividades:

  • Projeto Vida Positiva – oficinas de conhecimento do poder da natureza através das plantas e óleos medicinais. Inclui a fabricação de fitoterápicos, sabonetes, sabão ecológico, tinturas, composto de óleos medicinais, pomadas, lambedores, entre outros itens que garantem geração de renda.
  • Atendimento psicoterapêutico individual e coletivo;
  • Atendimentos com as terapias integrativas complementares como fitoterapia, aromaterapia, análise bioenergética, cromoterapia, reflexologia podal e a Quick Massagem;
  • Pilates solo em grupo e individual, que promove o equilíbrio e a coordenação, além de proporcionar redução de dores musculares e articulares;
  • Oficinas de pintura em tela, em peças de barros, crochê e fabricação de peças em argila.

Fonte: Site da CNBB

Veja Também