“Deus não desiste de nós”: Dom Gil reforça a mensagem da Páscoa sobre amor e fé

Foto: Assessoria da Catedral Metropolitana
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

“A nossa Páscoa é Jesus Cristo”. Com esta afirmação, o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, iniciou a homilia da principal festa da liturgia católica, o Domingo de Páscoa.

Ao longo da explanação, o Arcebispo destacou que os apóstolos não compreenderam imediatamente o pleno significado da ressurreição. No entanto, ao entenderem, se tornaram porta-vozes da Boa Nova – e este testemunho é a base da fé católica.

Dom Gil também destacou a importância do relato das mulheres, as primeiras a descobrirem que Cristo estava vivo. E comentou a principal mensagem da Páscoa: o amor de Deus pela humanidade é grande e Ele não desiste de nós.

Jesus é a Pascoa

Durante a celebração na Catedral Metropolitana, Dom Gil explicou que Jesus deu sentido à Páscoa, porque era o verdadeiro Cordeiro que tira os pecados do mundo, ao ser sacrificado. “A nossa Páscoa é Jesus Cristo. A Páscoa que os judeus celebravam era uma prefiguração da realidade. A realidade é Cristo eles matavam o cordeiro, como símbolo de Cristo que havia de morrer na cruz, mas não sabiam disso. Ficaram sabendo depois que veio Jesus, portanto, o verdadeiro cordeiro que é capaz de tirar os pecados do mundo é Cristo.”

O Pastor Arquidiocesano ainda esclareceu que não há ressurreição da alma, mas apenas do corpo, porque a alma é imortal. Assim sendo, podemos perceber que a ressurreição é um mistério que transcende as coisas naturais. “Nós não acreditamos somente em coisas naturais, nós acreditamos em coisas sobrenaturais. Por isso São Paulo escrevendo aos Colossenses diz isso: Se ressuscitastes com Cristo pensais nas coisas do alto. Pensais nas coisas do alto, nas coisas sobrenaturais, não somos criados para matéria somente, mas a matéria criada pode ser transformada. Ele fez homem e mulher para serem transformados”.

Deus espera por nós

O Arcebispo Metropolitano encerrou a homilia apontando o significado de celebrar verdadeiramente a Páscoa: Deus não desiste de nós. “ ‘A ressureição do Senhor é nossa esperança’, diz santo Agostinho. Celebrar a Páscoa, celebrar a ressureição, é justamente reconhecer que Deus não desiste de nós, mas espera-nos na casa eterna onde viveremos para sempre.”

Fonte: Site da Rádio Catedral de JF

Tags:

Veja Também