Comissão Pastoral da Juventude da CNBB lança livro-documento: “Grupo jovem paroquial: jeito jovem de ser Igreja”

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

A Comissão Episcopal Pastoral da Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) atenta à diversidade e aos anseios das juventudes reconheceu, nos últimos anos, sobretudo após a formação do Setor Diocesano de Juventude, a presença dos grupos jovens paroquiais em todo o Brasil. E mais ainda, que estes grupos apresentam características específicas, que vão muito além de se reunir nas paróquias, desmistificando, assim, a visão de que são grupos sem carisma simplesmente por não seguirem uma espiritualidade de carismas de grupos jovens conhecidos há mais tempo.

A partir desta observação e para realizar uma análise mais detalhada do carisma desta expressão juvenil, os representantes dos Grupos de Jovens Paroquiais na Comissão Episcopal, assessorados pela irmã Valéria Leal e pelo padre Watson Façanha realizaram em 2021 uma pesquisa em todo o Brasil.

O questionário foi enviado para todos os regionais da CNBB para garantir uma visão da expressão e não restrita somente à alguma região. As questões foram sobre a idade dos participantes, o tempo de existência do grupo, atividades desenvolvidas, quem realiza o acompanhamento do grupo, como ocorre a formação integral de líderes e participantes, os maiores desafios do grupo, a participação e apoio do Setor Juventude, como o grupo atua e as possíveis dúvidas em relação à estrutura/formação/organização.

O livro digital

Os membros da Coordenação Nacional da Pastoral Juvenil, jovens voluntários membros do Setor Diocesano de Juventude e assessores adultos realizaram um estudo de documentos da Igreja e a análise das respostas destes questionários para escrever o documento lançado agora, cujo título é “Grupo Jovem Paroquial: jeito jovem de ser Igreja”.

Enquanto documento, o livro apresenta uma estrutura bastante simples: são seis capítulos desenvolvidos em tópicos. Entre os capítulos estão: “O grupo de Jovem Paroquial”, “Formação Integral”, “Metodologia do Grupo de Jovens Paroquial”, “Itinerário com Inspiração Catecumenal” e “Estrutura de Acompanhamento”.

“A pesquisa foi realizada justamente para identificar o carisma dos Grupos Jovens Paroquiais, muitos com mais de dez anos de existência. O livro sistematiza todas estas atividades e esclarece as dúvidas para aqueles que ainda não conhecem esta expressão juvenil, que inclusive já tem membros na Comissão Nacional da Pastoral Juvenil desde 2019 e realiza o Encontro Nacional dos Grupos Jovens Paroquiais, chamado Conecta. E em breve teremos mais informações sobre o próximo encontro!”, conta a jovem Tuane Krupek, uma das representantes da expressão na CEPJ.

Faça o download do livro aqui: Grupo Jovem Paroquial: jeito jovem de ser Igreja.

 Faça parte da comunidade

Se você é coordenador ou assessor de um Grupo Jovem Paroquial, está convidado a participar do grupo do Facebook, escolhido como meio de comunicação dos Grupos Jovens Paroquiais do Brasil todo: Sou jovem paroquial – Clique aqui.

*Com informações de Tuane Krupe, da Arquidiocese de Maringá (PR) e Cleomax Lobato da Silva , da Arquidiocese de Belém (PA), representantes dos Grupos Jovens Paroquiais na Coordenação da Pastoral Juvenil Nacional.

Fonte: Site da CNBB

Veja Também