Começa hoje o Tríduo Pascal: as celebrações do Papa Francisco

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Uma Basílica praticamente vazia, devido à presença de um número limitado de fiéis: foi o cenário no qual o Papa Francisco presidiu as celebrações mais importantes do ano litúrgico em 2020. Eram os meses do isolamento forçado devido à Covid-19, quando para muitos foi possível participar dos diferentes Ritos apenas graças aos meios de comunicação. Melhorou em 2021, mas mesmo assim, pelo segundo ano consecutivo, a Via Sacra foi realizada não no Coliseu, mas no adro da Basílica de São Pedro. Já neste ano, 2022, a Via Sacra volta a ser realizada no Coliseu.

Quinta-feira Santa: Missa do Crisma na Basílica

Com o dia de hoje, 14 de abril, quinta-feira da Semana Santa, tem início o Tríduo Pascal, ponto culminante do ano litúrgico e da vida da Igreja, tempo de preparação para a Páscoa que passa pela experiência da Paixão de Jesus.

O Papa Francisco presidiu a concelebração da Missa Crismal às 9h30 (horário italiano) na Basílica de São Pedro, com os patriarcas, cardeais, arcebispos, bispos e presbíteros presentes em Roma. Após a homilia, os concelebrantes renovaram as promessas sacerdotais e o Papa abençoou o óleo dos catecúmenos e enfermos e consagrou o crisma, a ser usado quer na administração dos Sacramentos do Batismo e da Confirmação, como também na ordenação de um presbítero e de um bispo, e na consagração de uma igreja e de um altar.

A Via Sacra na Sexta-feira Santa no Coliseu 

No dia 15 de abril, Sexta-feira Santa, a celebração da Paixão do Senhor presidida pelo Papa terá início às 17h na Basílica de São Pedro. O pregador da Casa Pontifícia, cardeal Raniero Cantalamessa, fará a homilia.

O Papa irá ao Coliseu à noite para a Via Sacra, que começará às 21h15. A cruz será carregada por onze famílias, um jovem casal, um casal idoso e um casal de avós. Foram eles que prepararam as meditações inspiradas nos diversos caminhos de vida muitas vezes percorridos pela dor ou vividos na generosidade da missão, de assistência a pais doentes ou filhos deficientes.

Sábado Santo com a Vigília Pascal

A Vigília Pascal na Noite Santa, a “mãe de todas as Vigílias”, será presidida por Francisco no dia 16 de abril, Sábado Santo, a partir das 19h30 na Basílica Vaticana. Durante a Vigília deste ano também serão administrados alguns Batismos e Confirmações a adultos.

Uma praça florida para celebrar a Ressurreição

A Praça de São Pedro, por sua vez, coberta de decorações florais doadas por floristas holandeses, será o cenário da Missa solene no Domingo de Páscoa, 17 de abril, presidida pelo Papa Francisco às 10h. Ao final, às 12 horas, o Papa dará a Bênção Urbi et Orbi da sacada central da Basílica, o Papa dará a Bênção “Urbi et Orbi”.

O encontro do Papa com os jovens na segunda-feira de Páscoa

Por fim, no dia 18 de abril, segunda-feira de Páscoa, o Papa recitará o Regina Caeli às 12h, mas retornará à Praça de São Pedro às 18h para o encontro com as meninas e os meninos que participam da peregrinação de adolescentes organizada pela Igreja italiana para Roma.

“Depois destes meses de vida incerta, será o primeiro retorno de um encontro do Papa na Praça de São Pedro e me parece particularmente bom que isso possa acontecer com crianças dessa faixa etária que sofreram muito. Precisamos de sinais de esperança”, disse o cardeal Gualtiero Bassetti, presidente da CEI, na apresentação do evento.

Fonte: Site Vatican News

Veja Também