Centenas de pessoas participam do abraço ao rio Paraibuna, promovido pela Arquidiocese de Juiz de Fora

0

*Por: Leandro Novaes (Folha Missionária)

Na manhã desta sexta-feira, 26 de fevereiro, centenas de pessoas participaram do abraço ao rio Paraibuna, no bairro Santa Terezinha. A iniciativa é um dos gestos concretos da Arquidiocese de Juiz de Fora na Campanha da Fraternidade, que este ano acontece de forma ecumênica. A Igreja Particular está incentivando e trabalhando em favor da despoluição do rio, que é de grande importância para a cidade e região.

As concentrações aconteceram às 7h30, nas paróquias de Santa Terezinha e Bairu. Os participantes partiram em caminhada para as margens do rio, onde encontraram-se para o abraço. Estudantes de escolas das redes pública e privada ajudaram no plantio de várias árvores no local. Todos receberam pequenos pacotes com sal, que foram abençoados pelos padres Everaldo Borges e Tarcísio Monay, para jogar nas águas do rio, para simbolizar a purificação da água, como fez o profeta Elizeu no rio Jordão. Autoridades civis e militares também participaram da solenidade.

Para o vice-prefeito, Sérgio Rodrigues, “o rio Paraibuna merece todas as nossas atenções. Hoje, Juiz de Fora vive uma realidade de um trabalho que vem sendo feito no sentido de devolver a vida ao rio Paraibuna. Acredito que, ainda esse ano, será inaugurada a estação de tratamento de esgoto no bairro Granjas Bethel, que garantirá a despoluição de 60% a 70% do rio. Esta é uma meta a ser cumprida e uma forma de mostrar que nossa cidade está dentro do espírito da Campanha da Fraternidade”, ressaltou.

Segundo o Pe. Everaldo Borges, “esse gesto representa nosso compromisso público diante de uma questão importante para o Brasil neste momento, sobretudo em relação ao surto de dengue. Representa nossa preocupação com a vida, o meio ambiente, o saneamento básico. Nossa caminhada não é apenas ir até o rio Paraibuna para abraçá-lo. Queremos conscientizar as pessoas de que o cuidado com o meio ambiente é uma função do Estado, mas também da sociedade.”

O estudante do colégio Jesuítas, Leonardo Sotto Maior, relata que “o abraço ao rio Paraibuna é uma forma de conscientizar a população a se unir para proteger o meio ambiente”.

A Arquidiocese de Juiz de Fora, juntamente com as outras igrejas que também participam da Campanha da Fraternidade, continuarão os trabalhos e iniciativas que visam melhorar o mundo em que vivemos. É como diz o tema: “Casa comum, nossa responsabilidade”.

Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Conteúdo Relacionado
X