“Celebrar o Natal é abrir espaço para Cristo no mundo de hoje”, diz Dom Gil durante Missa do dia 25 de dezembro

0

Na manhã da última quarta-feira, 25 de dezembro, o Arcebispo de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu uma das sete missas de Natal realizadas na Catedral Metropolitana. Seguindo a tradição, centenas de fiéis participaram da Eucaristia, na qual foi recordado o nascimento do Menino Deus.

Este acontecimento, que mudou a história da humanidade, foi representado por um casal e uma criança recém-nascida que lembravam a Sagrada Família. O Administrador da Catedral, Padre José de Anchieta Moura Lima, e o Vigário Geral da Arquidiocese, Monsenhor Luiz Carlos de Paula, concelebraram com Dom Gil. O Diácono Antônio Valentino da Silva Neto também participou da celebração.

Em entrevista, o Arcebispo Metropolitano explicou o verdadeiro sentido da data. “Cada ano que celebramos o Natal nós retomamos a nossa responsabilidade de criar um mundo novo, de paz, de justiça, de fraternidade. A lei de Cristo é a lei do amor; o mundo há de aprender a amar. Cada vez que celebramos o Natal nós recordamos esta nossa missão: Jesus nasce outra vez se nós estivermos dispostos a prosseguir com a Sua mensagem, com a Sua obra. Celebrar o Natal, portanto, é abrir espaço para Cristo no mundo de hoje.”

Durante a homilia, Dom Gil, ao comentar o Evangelho do dia, ressaltou que São João narra o nascimento de Jesus de uma forma um pouco diferente dos demais, refletindo sobre a data, e não descrevendo-a. Além disso, o pastor deu destaque a duas palavras utilizadas pelo evangelista. “O primeiro termo que São João usa para definir o Natal é ‘o verbo’, ou seja, a palavra. Quando ele diz que a ‘palavra se fez carne’, quer refletir sobre a atitude de Deus Pai de mandar o Seu Filho, o Espírito perfeitíssimo, e se tornar, então, um ser humano, nascido de uma mulher. No corpo de Maria, Deus se fez pessoa. O verbo que São João fala é justamente a palavra eterna de Deus que se tornou uma pessoa humana, Jesus Cristo. O segundo termo que São João usa para refletir neste Dia do Natal é luz. A luz brilhou nas trevas, as trevas não puderam vencer”, afirmou.

Clique aqui e confira as fotos da Celebração das 10h, na Catedral.

Conteúdo Relacionado
X