Catedral Metropolitana recebe Padre José de Anchieta como novo Pároco no próximo domingo

0

No dia 11 de agosto o Padre José de Anchieta Moura Lima tomará posse como Administrador Paroquial, da Catedral Metropolitana, na missa das 10h. Monsenhor Luiz Carlos, pároco da igreja nos últimos 5 anos, foi nomeado para trabalhar como reitor do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio, mas continuará também atuando na Catedral como Vigário Paroquial.

Para o Padre Anchieta, o momento é de muita alegria e um novo desafio, agora trabalhando no centro de Juiz de Fora. “Aceitei este novo encargo pastoral com muita surpresa. Como dizia São Paulo, com muito temor e tremor, também com muita disposição e disponibilidade em servir a nossa igreja arquidiocesana”, e completou, “onde a Igreja estiver, nós estaremos para colocar em prática o Evangelho de Jesus, celebrando e animando toda a comunidade. ”

Padre Anchieta atuou por 7 anos na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, no bairro Benfica em Juiz de Fora. Foram anos de lutas, alegrias, missão e história. “Agradeço a confiança de Dom Gil e a este tempo muito rico trabalhando em Benfica, na Zona Norte. Uma paróquia muito agradável, um povo muito bom. Vou deixar e levar muita saudade”, destacou o Padre, agradecendo também pelos anos em que trabalhou ao lado do Padre Guanair da Silva Santos, além dos trabalhos realizados com toda a paróquia com o Seminário Menor e o Propedêutico, além do Vicariato da Caridade.

Segundo o sacerdote, trabalhar na nova paróquia será um grande desafio. “Eu considero a Catedral como a igreja da caridade. É ali também que os pobres chegam, nossos imigrantes buscam socorro e, com certeza, nós vamos continuar estes trabalhos na dimensão caritativa, procurando ter um bom acolhimento a todas as pessoas que chegarem ali. Com certeza a equipe de padres, leigos, conselhos, pastorais, movimentos e grupos de serviço farão um excelente trabalho.”

Além disso, Padre Anchieta destaca que o planejamento para a sua missão no Haiti, vai continuar. “Penso que esse tempo vai me ajudar também a ir preparando melhor interior e pastoralmente para viver esta nova experiência missionária na minha vida, pois meu coração é missionário, estive também durante 3 anos e meio no Pará na diocese de Óbidos”.

E conclui, “Peço a todos que rezem por mim para que, com muita humildade, sabedoria, coragem e determinação eu possa servir bem ao povo no centro de Juiz de Fora. ” Lembrando que todos são convidados para a missa de posse.

Colaboração: Elias Arruda

Conteúdo Relacionado
X